CidadesAbastecimento

Abastecimento de água precário para moradores de Niterói e Itaboraí

5
Tamanho da fonte: A- A+ Por: Bianca Lopes e Danyelle Woyames 17/12/2012

Prédio em Santa Rosa está há 15 dias com fornecimento abaixo do normal e já recorre a caminhões-pipa. Populares fazem manifestação na Magé- Manilha pelo mesmo tipo de situação

Moradores de um prédio de 18 andares e 52 apartamentos no número 104 da Rua Santa Rosa, em Santa Rosa, contam que estão há 15 dias com abastecimento precário. De acordo com o subsíndico Valentim Ferreira Machado, a água é fornecida sem força para encher a cisterna, e somente das 5h às 6h.

“A concessionária Águas de Niterói tinha dito que o problema era no nosso hidrômetro. A troca do mesmo foi efetuada, porém o problema persiste. A companhia manda caminhões-pipa, mas nunca são suficientes”, justifica Valentim.

Na Rua Tocantins, em São Francisco, a professora Maria Odete da Silva, de 55, há 10 dias sua casa está sem água. “Tenho que tomar banho na casa da minha mãe, em Charitas”, conta. A dona de casa Maria Lúcia da Silva, de 42, que mora nos arredores do Parque da Cidade, em São Francisco, também diz que está sem abastecimento.

Sobre o desabastecimento em Santa Rosa, a concessionária informa que acompanhará o próximo abastecimento para saber se há problema, já que não há outras reclamações na localidade. Sobre a falta d’ água em São Francisco, o abastecimento já estaria em curso e sendo vistoriado. A concessionária também informa que em Charitas o abastecimento também está em curso. Na segunda-feira, uma equipe foi ao local verificar o funcionamento da bomba.

Itaboraí - Moradores de Itambi fecharam uma pista da rodovia BR-493 (Magé- Manilha), no início da tarde de segunda-feira, em protesto contra a falta de água há dias na região.  Segundo a Polícia Rodoviária Federal, por volta das 15h, as pistas da via no sentido Magé já estavam liberadas para o tráfego.

Segundo a Cedae, responsável pelo abastecimento da região, uma tubulação de 150 milímetros de diâmetro se rompeu no último sábado e provocou a interrupção do fornecimento. O problema foi resolvido e o serviço seria restabelecido ao longo do dia.

Dicas para economizar:

- Para não faltar água, também é preciso economizar.Evite tomar banhos demorados. Cinco minutos de chuveiro são suficientes. Feche a torneira enquanto escova os dentes ou faz a barba. Para lavar o carro, use balde e pano, evitando a mangueira.

- Feche a torneira enquanto ensaboa a louça. Uma forma também de economizar é colocar água com detergente até a metade da pia e deixar a louça de molho. Depois de ensaboar, encha a pia com água limpa e enxágue de uma vez.

- Não use o vaso sanitário como lixeira ou cinzeiro, porque, além de gastar mais água, os objetos despejados ainda podem causar entupimento. Na hora de limpar a calçada use vassoura e balde com água. Para regar plantas, use sempre balde ou regador.

- Deixe acumular roupa para lavar de uma só vez. Só ligue a máquina quando ela estiver cheia. No tanque, mantenha a torneira fechada enquanto ensaboa e esfrega a roupa.


O FLUMINENSE


AVALIE:

 

Enviar para amigo Imprimir

Comente a Notícia

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Grupo O Fluminense. Mensagens que contenham ofensas, acusações e palavrões ou xingamentos não serão publicadas.

Comentários

Esta matéria possui 17 comentário(s)
  1. eunice - 17/12/2012 - 21:41

    Tive problemas relativos ao abastecimento durante todo o ano de 2012 mas há 17 dias que estou sem água.
    A empresa Águas de Niterói não é transparente quanto as informações pois ligo todos os dias e ninguém sabe informar ao certo o que está ocorrendo. Durante todo esse ano nunca recebi caminhão pipa. Hoje entrei na Justiça para se fazer cumprir meus direitos quanto ao bem essencial para a vida. Espero que alguém faça alguma coisa a esse respeito.

  2. anonymous - 17/12/2012 - 20:42

    Ninguém acha estranho que a falta d'água aconteça exatamente às vésperas de Natal, Ano Novo, Carnaval e Semana Santa? E que as pipas são BEM pagas?

  3. Mayra Carvalho - 17/12/2012 - 21:32

    Moro em um condomínio na Rua Martins Torres em Santa Rosa e já estou sem abastecimento por um longo período estamos vivendo de pipa apenas, isso quando ela vem, já fizemos várias reclamações , mas até agora nada foi feito. A situação já está insuportável.

  4. Erica Domingues - 17/12/2012 - 22:54

    Segundo a reportagem , a concessionária aguas de niterói não sabe explicar os motivos da falta de agua em Santa Rosa, moro na rua Dr. Sardinha e no meu prédio a agua entra com pouca pressão e durante um crto espaço de tempo que não da para encher a cisterna, temos sempre que recorrer aos carros pipas, mas na hora de cobrar a conta, não temos nenhum abatimento. Isso é um absurdo, temos que recorrer ao poder público, digo ao MP, para investigar as causas desse descaso.

  5. joão vitor - 17/12/2012 - 23:33

    Aqui na regiao oceanica o abastecimento esta precario. Agua so cai a noite sem pressao

  6. Cassia - 18/12/2012 - 13:13

    Aqui no final da av. Rui Barbosa não tem caído água há uns 20 dias e Águas de Niterói diz pelo telefone que o abastecimento está normal.

  7. Roberta - 18/12/2012 - 15:21

    Moro no Ingá (rua Dr. Arthur Tibau) e lá a falta de água é um problema constante! Este mês, inclusive, o condomínio em que moro teve que lançar mão de cota extra para cobrir os gastos com caminhão pipa. É um absurdo o descaso da Águas de Niterói com o serviço que (não) é prestado. Estudamos entrar com denúncia junto ao Ministério Público, pois se trata de caso de Ação Civil Pública!

  8. Lannes - 18/12/2012 - 08:01

    Em santa rosa, na Mario Viana, o prédio vizinho ao meu, está a uma semana, todo dia, com um caminhão pipa na frente do prédio!

  9. Eduardo - 18/12/2012 - 08:03

    Moro em camboinhas e já fazem 6 dias que não há abastecimento de água em minha rua. Nem call center da companhia nem Ouvidoria da Prefeitura fazem nada, NADA! O máximo que ouço é que devo esperar que a noite a situação irá se normalizar, todas as noites é a mesma conversa, a mesma ladainha... E nada, tenho uma criança pequena em casa e não tenho como ter o mínimo de higiene aqui...

  10. paulo cesar oliveira - 18/12/2012 - 19:32

    Aos moradores de Itaboraí, façam seus protestos, mas não fechem rodovias, pois, as pessoas que por lá trafegam, não são responsáveis pelo abastecimento. Sugiro, alugar onibus e ir p/ a frente da residencia do sr. Wagner Victer, presidente da Cedae, fazerem o protesto, caso ele não esteja participando de algum debate em programa esportivo

  11. ruy - 18/12/2012 - 19:02

    Niterói já vive em racionamento permanente uma vez que o abastecimento se dá em dias alternados.
    Moro em São Francisco e não obtenho nenhuma resposta coerente dos atendentes da "águas" de Niterói.
    Penso que há algo de muito podre por trás do abastecimento de água da cidade.

  12. Frédéric L. W. Meunier - 19/12/2012 - 21:54

    Há duas semanas no Ingá. Sexta, culparam a pressurização. Sábado caiu pouca água e alegaram que o abastecimento estava normal. Na segunda caiu mais. Mas quarta, o que era para começar às 18h, começou quase às 20h e não durou uma hora. O abastecimento não deve ser contínuo até encher a cisterna ?

    E o Ministério Público precisa agir, porque o preço do m3 aumenta quando o consumo chega a 16 e 31m3. Mas nunca creditam em contas futuras o que se consome a menos do mínimo de 15m3 até por culpa deles.

  13. Thaiz Bernardo - 20/12/2012 - 14:36

    Aqui na Rua Elzir Brandão, onde fica o hospital Santa Martha em Sta Rosa, estamos sem abastecimento também há 15 dias, todos os dias ligo para a concessionária e a resposta é que o problema deve ser resolvido em 24 horas! tenho criança pequena e um idoso( cardíaco) em casa, total desrespeito e absurdo!

  14. leitor - 24/12/2012 - 17:08

    Moro no morro boa vista em são lourenço. Em algumas ruas há desperdício de água, jorrando morro à baixo(final da rua silveira da mota) enquanto em outras ruas próximas(ruas G e H) não cai uma gota dágua, e isto está acontecendo há meses. Não sei se é incompetência da equipe da manobra, virou baderna!!! Alô águas de niterói! Investiguem isto porque tem muitos moradores com suas contas em dia e estão sem água.

  15. Fabio Teixeira - 24/12/2012 - 06:21

    O mesmo ocorre na Rua Martins Torres, após a garagem de ônibus.

  16. Jorge - 24/12/2012 - 15:43

    Moro na Travessa Tenente Mesquita e estamos há pelo menos um mês com problemas no abastecimento. A Concessionária Águas de Niterói diz não saber do problema, mas temos efetuado reclamações sistematicamente. Próximo passo será o PROCON e, depois, Ministério Público.

  17. Mariana - 01/01/2013 - 10:11

    Moro na rua Martins Torres, 606 e há um mês estamos vivendo de Carro Pipa.
    Lendo os comentários dessa notícia, fiquei impressionada com a extensão do problema, tem reclamações de abastecimento em todas as regiões de Niterói!

O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.

Publicidade:



Redes Sociais






Fale com
a Redação

(21) 2125-3065