CidadesMoradores

Moradores de São Gonçalo e Niterói ficam às escuras por quase oito horas

5
Tamanho da fonte: A- A+ 01/05/2012

Falta de luz em alguns locais durou quase toda manhã. Problema aconteceu no Centro e nos bairros de Icaraí, Fonseca, Jardim Catarina, Colubandê, Nova Cidade, Mutuá e em Neves

O feriado  foi de muita chuva e transtorno para moradores de pelo menos oito bairros de Niterói e São Gonçalo. Em Niterói, o problema aconteceu na Rua São Sebastião. No Centro, em ruas de Icaraí e no Fonseca. Já em São Gonçalo, moradores do Jardim Catarina, Colubandê, Nova Cidade, Mutuá e Neves, chegaram a ficar sem luz durante toda a manhã de terça-feira.

De acordo com a dona de casa Estelita Maria de Jesus, de 69 anos, moradora do Jardim Catarina, o problema é reincidente toda vez que chove.

“Já cansamos de reclamar com a Ampla, mas nunca nos dão uma justificativa cabível para o problema. A luz vai e volta quase toda hora, sem contar os picos de energia que já danificaram dois aparelhos elétricos meus”, reclamou.

Em trechos da BR- 101, a rodovia ficou totalmente às escuras, enquanto em ruas dos bairros de Nova Cidade e Mutondo, os sinais chegaram a ficar apagados e em esquema de alerta.

Por conta do defeito provocado na sinalização, o trânsito ficou confuso no local e os motoristas precisaram redobrar a atenção para não provocar acidentes.

Em Niterói, moradores de pelo menos 20 apartamentos de um condomínio do Fonseca, ficaram cerca de uma hora sem energia.

O aposentado Humberto Moraes, de 72 anos, que tirou o dia de feriado para ficar em casa, não dispensou a leitura; mas desta vez, à luz de velas. Os portões automáticos do condomínio ficaram travados, o que causou ainda mais incômodo aos moradores.

Na Rua São Sebastião, no Centro, os transtornos foram para moradores e comerciantes de toda extensão da via, que apesar do feriado, ficaram impedidos de utilizar as máquinas de cartões - atendendo a pouca demanda de clientes.

Para quem ficou em casa, nada de televisão e outras opções de lazer do mesmo tipo. Só restou esperar pela normalização do serviço, depois de inúmeras ligações feitas à Ampla.

O problema persiste desde o início da semana, também em outros bairros.

 


O FLUMINENSE


AVALIE:

 

Enviar para amigo Imprimir

Comente a Notícia

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Grupo O Fluminense. Mensagens que contenham ofensas, acusações e palavrões ou xingamentos não serão publicadas.

Comentários

Esta matéria possui 2 comentário(s)
  1. Bia - 02/05/2012 - 09:57

    Essa falta de luz é rotineira aqui na Av Maricá-Colubandê - ocorre todos os dias, o perigo é na madrugada, pois a luz oscila muito antes de faltar de vez, podendo ocorrer danos nos aparelhos eletrônicos.
    Aumentou depois que começaram as obras para a construção de um supermercado ao lado do condomínio.
    Espero que isso seja resolvido o mais rápido possível para evitar maiores problemas.

  2. Julio - 03/05/2012 - 16:03

    Só para complementar a reportagem: Não foi, apenas um condomínio que ficou sem luz no bairro Fonseca. Sou morador da Rua Desembargador Lima Castro e praticamente toda a rua ficou sem luz, exceto o trecho próximo ao colégio Machado de Assis até a Alameda, que deve apresentar uma rede mais moderna. O fato é corriqueiro sempre que ocorre uma chuva mais forte. Fica o registro!!!

O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.