CidadesMunicípio

Município de Niterói atrai pessoas até de outros estados pela qualidade vida

3.333335
Tamanho da fonte: A- A+ Por: Priscilla Aguiar 04/11/2012

Censo mostra que houve aumento na migração de gente vinda de várias regiões para a cidade nos últimos dez anos. Quem optou pela mudança garante que não se arrependeu

A reconhecida qualidade de vida de Niterói  não atrai apenas moradores de cidades vizinhas. Dados do último Censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostram  que a procura por pessoas de outros estados também cresceu.  Só de pessoas oriundas da Região Centro Oeste do País, o crescimento foi de 9,28% no número de migrantes. De Goiás foram 16,8%. O Distrito Federal aparece com aumento de 8,92%. Na Região Norte, o estado que mais mandou gente para Niterói foi Rondônia. O crescimento foi da ordem de 148% em relação ao Censo anterior.

Do Nordeste, o Ceará contribuiu com 6,24%. No Sudeste o número permaneceu estável. Oriundos de São  Paulo foram 1,43%. Já no Sul houve uma redução de 8,59%.

A pesquisa apontou ainda que o número de brasileiros sem especificação de naturalidade que migraram para cidade aumentou em 93% durante esses dez anos.

Para a doutora em Antropologia, Luci Faria Pinheiro, o motivo do aumento da migração se dá em função da descentralização do crescimento econômico, fazendo com que as cidades de porte médio, como Niterói, chamem mais atenção.

“Esse não é um fenômeno exclusivo de Niterói. As pessoas têm deixado de procurar as capitais para buscar as cidades de médio porte. Isso é devido ao desenvolvimento econômico do país, que faz com que essas cidades tenham serviços que antes só eram encontrados nas capitais. As políticas ficaram mais unificadas e isso tem contribuído para o crescimento desses municípios. Um exemplo dessa descentralização é a região Centro-Oeste do país que foi a que mais cresceu nos últimos anos. As cidades do interior já são mais atraentes também porque, além de oferecerem serviços que antes não tinham, o custo de vida nelas costuma ser menor”, avaliou.

“Niterói, em especial, é considerada uma das cidades com melhor qualidade de vida, o que é um atrativo a mais. Além disso, a estabilidade econômica, o crescimento imobiliário, a construção naval e as universidades também atraem muita gente para cidade e esse crescimento é nítido”, completou a antropóloga.

Felicidade ao se mudar para Niterói- A manicure e podóloga Giovana Oliveira, de 34 anos é exemplo desta migração detectada pelo Censo. Natural do Amazonas,  se mudou em 2005 para Niterói. “Demorei um pouco para me acostumar com a cidade, porque a cultura é muito diferente de onde nasci. Mas eu fui muito bem recebida, fiz muitos amigos, logo comecei a trabalhar. Hoje sou apaixonada por Niterói e não faço planos para voltar”, disse.

Doracy Rodrigues, de 33 anos, é mais um exemplo. Veio do Ceará e se adaptou rapidamente a Niterói. Hoje trabalha como garçom e não tem planos para sair da cidade. Aqui ele também estuda e pretende formar uma família. “A cidade é muito acolhedora”, disse.

A qualidade de vida de Niterói atrai ainda pessoas de cidades vizinhas. É o caso do estudante de comunicação Pablo Leitão, de 19 anos, que veio de Maricá. “Vim pra cá, pois acredito ter mais oportunidade para estudar e trabalhar”, finalizou o estudante.


O FLUMINENSE


AVALIE:

 

Enviar para amigo Imprimir

Comente a Notícia

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Grupo O Fluminense. Mensagens que contenham ofensas, acusações e palavrões ou xingamentos não serão publicadas.

Comentários

Esta matéria possui 5 comentário(s)
  1. Carlos Faria - 04/11/2012 - 19:30

    Fico muito à vontade para questionar a propalada “qualidade de vida de Niterói, na condição de migrante carioca que mora em Niterói desde 1953. Adoro a cidade como se fosse um niteroiense nato, porém morador da Região Oceânica desde 1980 não acho que aqui se tenha essa qualidade de vida, a ponto de tornar Niterói um atrativo irresistível à migração. Na própria reportagem está destacado que esse não é um privilégio exclusivo de Niterói, porém de várias cidades brasileiras de porte médio.

  2. EUNEZIO DE SOUZA - 04/11/2012 - 19:54

    É um exemplo a ser seguido pelo prefeito São Gonçalo .

  3. Antonio - 05/11/2012 - 20:00

    O fato de atrair trabalhadores não significa que a cidade está com qualidade de vida e sim, oportunidade de emprego. Na verdade, Niteroi está um caos no trânsito, em ruido e desrespeito, principalmente pelos motoristas. Basta ver a quantidade de acidentes. Acho que esta matéria foi paga!!

  4. Fabio - 05/11/2012 - 20:39

    E o metrô de Niterói ????
    Cadê ????
    ACORDA NITERÓI !!!!!

  5. Magopin - 05/11/2012 - 10:49

    Niterói tem muito que melhorar para ser considerada uma boa opção de cidade para qualidade de vida...penso que para ser considerada uma cidade que oferece boa qualidade de vida para os seus habitantes é necessário que haja serviços como segurança/transporte/trânsito/eduação/saúde/limpeza de alto padrão e, em todos estes quesitos, Niterói deixa a desejar muito. A cidade está longe de ser considerada com bom padrão de qualidade e precisa se focar primordialmente nestes tópicos para ter qualidade.

O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.

Publicidade:



Redes Sociais






Promoção
para assinantes

CONCURSO CULTURAL "SÃO GONÇALO 124 ANOS, 124 MOTIVOS DE ORGULHO"

Ainda não é assinante? assine já!

Fale com
a Redação

(21) 2125-3065