PolíciaDrogas

Drogas encontradas em tubos de PVC no Salgueiro, em São Gonçalo

1
Tamanho da fonte: A- A+ Por: Cláudio Emanuel 08/01/2013

Traficantes da comunidade gonçalense escondem entorpecentes e armamentos em região próxima à Baía de Guanabara para facilitar o recebimento e a distribuição

Traficantes de drogas do Complexo do Salgueiro, em São Gonçalo, que concentra várias comunidades estão usando como artifício o esconderijo de drogas e armamentos pesados, em especial fuzis, em tubos de PVC.  O material foi descoberto durante operação do Grupamento de Ações Táticas (GATE) do7ª BPM na terça-feira.

De acordo com polícia, a intenção dos traficantes ao esconder entorpecentes e armas em trecho próximo à Baía de Guanabara seria para facilitar o recebimento e possível distribuição do material entre criminosos. 

O local escolhido como esconderijo fica numa região conhecida como Recanto das Acácias, também em São Gonçalo. O tubo de PVC, com dois metros de comprimento e espessura de dois centímetros, apreendido pelos militares, era usado para esconder drogas e armas. Para evitar prejuízos, traficantes lançavam no mar o tubo amarrado na vegetação sempre em locais escolhidos por eles. Isso acontecia em períodos de maré rasa ou vazante.

Policiais do GATE apreenderam um fuzil 7.62 e grande quantidade de drogas dentro de um dos tubos. Houve confronto com traficantes, que conseguiram escapar. 

Apreensões- Além do fuzil, foram apreendidos aproximadamente dois quilos de maconha em forma de tabletes, um quilo e meio de pedras de crack em forma de pasta e 539 pedras de crack já prontas para consumo, além de 504 sacolés de cocaína. PMs acreditam que tráfico do Salgueiro teve prejuízo estimado em R$20mil com as apreensões. O caso foi registrado na 73ª DP (Neves). 

‘Caveirão’ ronda o Salgueiro- Na noite da última segunda-feira, policiais com apoio de um ‘Caveirão’, realizaram uma incursão em outras comunidades do Salgueiro para reprimir o trafico de drogas e armas de fogo, entre outros delitos. O coronel Luiz Eduardo Freire, comandante do Batalhão, informou que novas incursões vão acontecer em horários pré-determinados, mesmo com a resistência dos criminosos.

“Não podemos parar nunca. É o mesmo de deixar de andar de bicicleta. Vamos continuar no combate sempre, mesmo sabendo dos perigos que corremos. Na incursão da última segunda-feira, por exemplo, os criminosos trocaram tiros com a gente e depois fugiram assim que perceberam a chegada de reforços”, disse Luiz Freire.

Região é considerada umas das mais perigosas em São Gonçalo- O Complexo do Salgueiro é considerado pelos PMs região e alto risco e o combate da criminalidade se torna de difícil e perigoso por causa do alto poder de fogo dos bandidos. 

Em menos de dois dias os militares apreenderam uma escopeta calibre 12, além de seis munições e drogas. Dois homens foram presos e um menor de 17 anos, apreendido. O tráfico no Salgueiro é comandado hoje por dois homens. Ambos foram identificados pela polícia apenas como ‘Bruninho BR’ e ‘Brizola’. Recentes investigações do Serviço Reservado (P-2), de São Gonçalo, confirmam que entorpecentes e armas chegam ao Complexo do Salgueiro pelo mar.

 


O FLUMINENSE


AVALIE:

 

Enviar para amigo Imprimir

Comente a Notícia

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Grupo O Fluminense. Mensagens que contenham ofensas, acusações e palavrões ou xingamentos não serão publicadas.

Comentários

Esta matéria possui 3 comentário(s)
  1. Juca Valão - 09/01/2013 - 13:42

    É isso aí, triturar todo o fruto da apreensão, danificá-los e enterrá-los junto com os respectivos proprietários .

  2. poll - 09/01/2013 - 10:58

    e isso ai parabens ao 7 isso q queremos ver sabemos q vcs tem familia como nos,e um filho seu o algum parente seu poderia a vir ser vitima desse fuzil q foi apreendido parabens 7 e ao serviço de inteligencia da p2 q vem fazendo um otimo serviço em sao gonçalo pra cima deles apoia ai bope civil federal pq o bicho ta pegando em sao gonçalo...

  3. Yago - 09/01/2013 - 13:02

    Basta inutilizar imediatamente as drogas e armas apreendidas, e mandar pra vala os marginais associados. Muito simples .

O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.

Publicidade:



Redes Sociais






Fale com
a Redação

(21) 2125-3065