PolíciaFamília

Família é vítima de sequestro relâmpago em Itaipuaçu

3
Tamanho da fonte: A- A+ Por: Cláudio Emanuel 01/03/2013

Quatro pessoas ficaram sob a mira de armas, sofreram ameaças e uma das vítimas foi colocada no porta-malas de um carro. Vizinha percebeu roubo e chamou a polícia

PMs lotados na  4ª CIA e com área de atuação no Destacamento de Policiamento Ostensivo (DPO) de Itaipuaçu, em Maricá, impediram no final da tarde de sexta-feira que quatro pessoas da mesma família fossem sequestradas por um grupo formado por quatro homens. Segundo a PM, durante toda a ação criminosa, as vítimas ficaram sob a mira de pistola e revólveres e ameaçadas a tempo todo pelos suspeitos.

O terror começou quando mãe e filha foram abordadas de carro pelos criminosos na Avenida Vitória Régia e foram rendidas pelos suspeitos, que anunciaram o assalto.

As vítimas alegaram que não tinham dinheiro e os bandidos começaram as ameaças. Um saque de quase R$ 300 foi feito pela vítima em um caixa eletrônico da região. Não satisfeitos, os criminosos exigiram mais dinheiro. As duas mulheres ficaram rodando de carro com os bandidos durante uma hora e, depois, os suspeitos exigiram que as vítimas os levassem até a residência de ambas à procura de dinheiro e objetos de valor.

Na casa, localizada no loteamento no Costa Verde, no bairro Barroco, estavam outras duas pessoas, o pai e o filho da mulher sequestrada. Enquanto um dos homens recolhia tudo o que podia do interior do imóvel, a filha do casal ficou como refém.

Uma vizinha do imóvel que era assaltado percebeu a ação criminosa e chamou a polícia. Dois homens foram presos do lado de fora do imóvel. Uma das vítimas foi resgatada pelos PMs no porta-malas do veículo usado para o sequestro. Em estado de choque, as vítimas foram levadas para o Hospital Conde Modesto Leal onde foram medicadas.

Bandidos fogem de carro depois da chegada da polícia- Para não serem presos, os dois homens que estavam com a família no interior da casa fugiram num Honda Civic, prata, de placa ignorada. Os presos contaram na delegacia que são moradores do bairro Maria Paula, e que pertencem à comunidade do Campo Novo. O dinheiro sacado no caixa eletrônico foi recuperado e uma arma apreendida.

Os presos foram identificados pela PM como Wellington Lima Santa, de 21 anos, e David Pinto, de 20. Os presos foram indiciados por sequestro seguido de roubo a mão armada na 82ª DP (Maricá) pelo delegado Henrique Paulo Mesquita Pessoa.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

* Com informações do site Lei Seca Maricá


O FLUMINENSE


AVALIE:

 

Enviar para amigo Imprimir

Comente a Notícia

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Grupo O Fluminense. Mensagens que contenham ofensas, acusações e palavrões ou xingamentos não serão publicadas.

Comentários

Esta matéria possui 3 comentário(s)
  1. flor - 02/03/2013 - 10:59

    Itaipuaçu precisa urgentemente de um reforço em seu policiamento, há tempos sabemos das ocorrências de roubos nos pontos de ônibus pela manhã, furtos de residências, aonde vamos parar? Um dos maiores loteamentos da América Latina que só conta com um DPO da PM...algo está errado!!!

  2. Crazy Horse - 03/03/2013 - 17:13

    Gostaria de entender o motivo pelo qual, a "fuça", na foto dos filhos de uma puta, está protegida com distorção?
    Esse jornal "morde e assopra"?

  3. Jucabala - 03/03/2013 - 22:18

    Boa matéria só ficou faltando mostrar a cara desses marginais, essa quadrilha de vagabundos deve ter roubado outras pessoas!!! Parabéns aos policiais que prenderam os pilantras.

O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.