PolíciaEstratégia

Estratégia feminina vai combater a onda de violência em Niterói

0
Tamanho da fonte: A- A+ Por: Ruy Machado 21/03/2012

Com uma mulher no comando, bairro de São Francisco terá a volta do policiamento comunitário para conter recente onda de violência que atinge toda a região e cidade

Começa nesta quinta-feira em São Francisco a reativação do policiamento comunitário no bairro. Serão 92 homens já somados os oito que foram disponibilizados pelo 12º BPM (Niterói) para auxiliar no combate à criminalidade, tudo isso sob os olhares de uma mulher, idealizadora do programa, a ‘xerife’ major Íris Milena. Além do efetivo, a ideia original é contar com o patrulhamento em duas motos Scooter, uma viatura com dois policiais, um veículo elétrico que será deslocado de Icaraí e duplas de policiais militares. Há possibilidades de que as motos não possam ser usadas, já que, depois da extinção do programa, em 2007, os veículos ficaram parados na garagem do batalhão. Caso uma avaliação mecânica constate que estes veículos não tenham condições de uso, o patrulhamento será realizado com duas bicicletas.

Inicialmente os oito homens serão divididos em quatro equipes de dois que farão ronda de 8h às 18h. Além deles, quatro viaturas farão policiamento em São Francisco das 14h às 24h, sendo que uma no horário inicial até as 18h e mais três até a meia-noite. Depois disso somente as viaturas dos setores responsáveis passam a fazer ronda.

Responsável pelo planejamento e implantação do projeto em São Francisco, de 2001 a 2007, a major Íris Milena, está de volta e será a mentora da reativação do Policiamento Comunitário do bairro. Ela retorna trazendo na bagagem a experiência de seis anos à frente de um programa da Polícia Militar e o desejo de devolver aos moradores do bairro a segurança. Além disso, a major não descartou a possibilidade de implantar o ponto eletrônico no bairro, assim como foi feito na Região Oceânica. Outros bairros como Santa Rosa, São Domingos e Gragoatá, também passarão pelo processo de reativação do policiamento comunitário, mas ainda seguem sem previsão.

“Precisamos resgatar a confiança da população. Neste programa é necessário que o policial e o morador se conheçam e interajam. É preciso que a relação não seja fria, esta filosofia é que vai fazer o policiamento comunitário funcionar”, disse a major Íris.

Para Oscar Motta, integrante do movimento SOS São Francisco, a medida surtirá efeito no bairro, mas é preciso pensar como um todo, principalmente na cidade.

“É claro que esta medida já representará um ganho para o bairro, mas isso é injusto com o resto da cidade. Precisamos cobrar das autoridades um aumento no efetivo do batalhão, hoje temos 800 policiais e o ideal é que tivéssemos um aumento de 700 homens. Se olharmos Niterói como um corpo, sabemos que para cobrir teríamos que ter um cobertor, mas hoje temos apenas uma flanela”, contou.
A major avaliou positivamente o encontro com moradores na noite de terça-feira, enaltecendo o trabalho que foi desenvolvido anteriormente na sua gestão e lamenta que ele tenha sido deixado de lado.

“A implantação do policiamento comunitário foi fundamental para a segurança do bairro, infelizmente este trabalho foi se deteriorando até a sua extinção. Cinco anos depois vimos que a dedicação foi recompensada, o retorno deste programa realmente faz a diferença, a população se sente mais segura e interage diretamente com o policial”, contou.

Na última passagem pelo 12° BPM (Niterói), a major participou das ações em São Francisco e, na época, contava com um efetivo de 80 homens. Hoje a major chega com um efetivo 15% maior, mas contará com os mesmos equipamentos da época que o policiamento foi desativado, em 2007.


O FLUMINENSE


AVALIE:

 

Enviar para amigo Imprimir

Comente a Notícia

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Grupo O Fluminense. Mensagens que contenham ofensas, acusações e palavrões ou xingamentos não serão publicadas.

Comentários

Esta matéria possui 36 comentário(s)
  1. biba1 - 22/03/2012 - 15:35

    Tbm gostaria de pedir policiamento para o Pé Pequeno e toda a região do Largo do Marrão. Como demonstrado nesse jornal, foram 5 assaltos a residência em curto espaço de tempo. De acordo com uma das reportagens, os bandidos que assaltaram uma farmácia em S.Francisco, tbm assaltaram uma das residências no Pé Pequeno. Se não aumentarem o efetivo na cidade, os bandidos migrarão de S.Francisco para bairros tranquilos e de fácil acesso, como o Pé Pequeno. Os moradores estão muito assustados.

  2. Caio - 22/03/2012 - 09:05

    Patrulhamento de bicicleta?

    Só podem está brincando conosco...

    Passo todo dia por São Francisco pra ir pra RO, e nos poucos segundos que paro no sinal em frente ao MC Donald's, vejo várias motos sem placa, e motoristas sem capacetes descendo do Morro do Cavalão em direção a Jurujuba..

  3. Cunha - 22/03/2012 - 15:51

    Cabo Julio, policiamento disso,daquilo e etc... Tudo bem... Eles estão demarcando área. Os tiros da Rua Marica na madrugada de ontem foram um aviso a população e ao ESTADO. Querem se firmar e ,pela incidência de assaltos,vão começar a impor um toque de recolher, pois Niterói é pequena.Estão armados,invadindo casas, levando carros e etc, consequentemente, quem precisa demarcar LOGO a AUTORIDADE é o ESTADO, e RÁPIDO. Percebam que ainda não ocorreram mortes e espero que a LEI faça-os sumir.

  4. CB JULIO 12 BPM - 22/03/2012 - 12:37

    Quero dar boa sorte a MAJ Iris Milena, que terá essa missão. Não vai ser novidade par ela, pois, já comandou com afinco o Policiamento Comunitário que deu certo na região, se fosse ao contrario, os moradore de São Francisco não reinvidicariam a volta desses PPMM.Peço a Major, se poderia colocar uma VTR rondando aqui o Pé Pequeno e, no que precisar estarei sempre a disposição para ajudá-la.

  5. marcelo - 22/03/2012 - 12:52

    Td bem é um grande avanço, mas o que adianta só em São Francisco? e em Pendotiba e RO? esses bairros são rota de fuga para tudo que é lado, voces sabiam que pela grota em São Francisco chega-se por dentro do morro a Estrada da Garganta? ainda falta muiiiiiiiito ainda!!

  6. solange feita - 22/03/2012 - 13:06

    é engraçado so porque existe casarões,a policia vai ficar fazendo rondas diretas, isto é incrivel. pois existe outras localidades que precisam muito mais pois eles pagam segurança particular, e estão usando o serviço publico para protege-los. e os outros. o MINISTERIO PUBLICO DEVERIA TOMAR CIENCIA DOS FATOS.

  7. Leonora - 22/03/2012 - 20:19

    Fico feliz em ler tal notícia, mas e quanto à patrulhamento nos bairros de Pendotiba, Maria Paula, Fonseca, Icaraí, Jurujuba, etc? É necessário que as autoridades compreendam o efeito dominó que policiar apenas determinadas áreas, ou mesmo colocar UPP's nas favelas da cidade, pode gerar: os bandidos devem ir para a prisão e lá permanecerem, senão o que farão será apenas se deslocarem de um local para outro.

  8. tininha - 22/03/2012 - 20:42

    Estou mais uma vez tentando, colocar minha opnião, pois nenhuma minha foi publicada , vai sempre p/ analise, será que ate isso é combinado.É ate estupidez p/ ñ dizer inocente tirar um policiamento de um bairro que esta com os mesmos problemas ou ate maior e colocar em outro ,o imposto deles é mais caro ou a algum interesse por tras disso. ACORDA NITEROI BRINCAR DE ESCONDE ESCONDE JÁ PASSOU DA HR E IDADE. A eleição esta ai vamos toda POPULAÇÃO ñ importa zona sul o norte ANULAR nossos votos.

  9. laura - 22/03/2012 - 17:52

    Ah, que legal ... Só São Francisco estava tendo assalto, né? Só eles pagam impostos!? Nossa!

  10. laura - 22/03/2012 - 06:53

    Ah, só São Francisco precisa de policiamento, né?
    E Pé Pequeno que teve um assalto a menos em residências do que São Francisco? Vai precisar mais uma casa ser assaltada?

  11. tthor - 22/03/2012 - 12:20

    Niteroi se tornou um antro da bandidagem, e esta pior que o complexo do alemao antes da ocupaçao.

  12. Ed - 22/03/2012 - 06:55

    Precisamos olhar por toda a Niterói, mas, principalmente a região oceânica, que virou alvo de ataque de criminosos em todos os sentidos: assaltos à luz do dia e também em residências. A população clama por voltar a sentir orgulho de Niterói, quando a segurança era um dos itens principais de nossa cidade.

  13. Celia Gomes - 22/03/2012 - 08:05

    Ontem mesmo, uma amiga teve o carro roubado na Rua Mém de Sá, em Icaraí, às 21 hs. O policial que fez a ocorrência informou que era o terceiro caso da noite.

  14. Charles - 22/03/2012 - 11:36

    Sensacional!!! Tiram policiamento de Icaraí e levam para São Francisco. Assistiremos a um "rodízio de assaltos". Quando a polícia estiver em São Francisco os bandidos assaltam em Icaraí e quando estiver em Icaraí...Não seria mais simples o aumento do efetivo e não prejudicar um bairro em favorecimento de outro?

  15. allan - 22/03/2012 - 12:15

    porque não removem as favelas da cidade?
    TODOS os crimes que estão acontecendo em Niterói são causados pela migração de criminosos das favelas do RJ para as favelas de Niterói...
    basta remover as favelas que eles não terão onde ficar na cidade...

  16. Yndignada - 22/03/2012 - 08:21

    Putz... de bicicleta? Só rindo. Mas já é alguma coisa para quem não tinha nada. Outra coisa: e Pendotiba, que está cheia de bandidos e virou rota de fuga para São Gonçalo e Maricá? Também queremos, viu PMERJ?

  17. Cunha - 22/03/2012 - 08:23

    Continuando: Devem se divertir lendo-nos por aqui e vendo os Comandos discutindo isso e aquilo, enquanto eles,não discutem: matam, agem, vendem drogas àqueles que os com poder financeiro, formando verdadeira muralha, pois investirão no terror, no pânico e em armas pesadas.Não são burocratas e não precisam de cerimônias,só sangue. A UPP é usada pelo Estado como uma "solução para o caos", pois a mídia precisa divulgar. Não seria melhor prevenir com UPP? Continua...

  18. Márcia - 22/03/2012 - 08:27

    Por que só em São Francisco? Nós exigimos ação séria das polícias em todos os bairros, fato que não acontece mais. Criminosos andam de motos sem capacete, em alta velocidade, passeiam, jogam futebol, andam na favela com armamentos e drogas, e nós não vemos uma ação séria das polícias. Os morros de Niterói o tráfico estão trabalhando tranquilo, sem opressão, e só as autoridades não vê.

  19. adf - 22/03/2012 - 08:43

    Pelo menos onde moram os mais abastados se faz alguma coisa. Os menos favorecidos sempre fizeram jus ao termo!

  20. Vergonha - 22/03/2012 - 08:53

    O que é isso! Expor nossos policiaiS a um vexame desse?!
    BICICLETA E SCOOTER?! Vao pegar quem?! Punguista e pivete crackudo?!
    Criminoso de Sao francisco e regiao é peixe grande! Cade aquelas motocicletas Falcons do 12 bpm?! Cade a P2?! Cade as cameras de monitoramento?! NITEROI COMO SEMPRE ATRAASADA! Isso é nada perante a bandidagem. Isso mesmo, divulguem os horarios das patrulhas que o bandido ja sabe a hora de agir. É BRINCADFEIRA ISSO SÓ PODE!

  21. Cunha - 22/03/2012 - 11:14

    Como podem ver,emiti um cometário q começa c/ "continuando".Gostaria q liberassem os demais,para formar sentido.Sobre o asslato da Mem de Sá,fiquei sabendo,inclusive de q haviam outras queixas no meso dia. Ou seja,como informei em um dos comentários que escrevi(aguardo publicação):Estão demarcando terreno.Atacam nas ruas e aterrorizam nos morros, disparando à esmo no silência da madrigada, avisando que chegaram para arrepiar.Vão deixar piorar para agir?Vejam que encotraram um 11 granadas !!!

  22. Márcia - 22/03/2012 - 15:06

    Será que quem paga os salários da corporação é o bairro de São Francisco?
    Eu me sinto envergonhada em morar em um país como Brasil; pobre não tem direitos, com rico não acontece nada e tem tudo...Os Direitos são para todos sem discriminação.

  23. Márcia - 22/03/2012 - 15:14

    KKKKKKKKKKKK, eles estão pensando que estamos no SÉCULO XX.
    Bandido usa metralhadora, 9mm, pistola de uso exclusivo,granada e por aí vai...Eles tiram a vida das pessoas, usam e vendem drogas normalmente, eles mandam e desmandam, e o pior que todos sabem.
    Polícia de bicicleta? Só em São Francisco?

  24. Adriana - 21/03/2012 - 22:20

    Já irá iniciar o patrulhamento em São Francisco, e os demais bairros, como ficam?

  25. Eduardo Alves Leite - 21/03/2012 - 22:06

    Só no Brasil e só em Niterói que primeiro se faz um projeto, divulga e depois é que vai ver se as motos estão boas. Tira-se um pequeno veículo de uma praia e o coloca em outra pois não tem dinheiro pra ter dois. E correr de bicicleta atrás de carro, só aqui mesmo.Mas para o Maracanã, para o Papa, para o Carnaval e demais futilidades do governo nunca faltam verbas.

  26. jaqueline barbara - 21/03/2012 - 22:21

    Autoridades não se esqueçam da Região Oceânica!!!

  27. Ivana Lopes - 21/03/2012 - 22:29

    Grande Palhaçada! Policiamento de Bicicleta? Kkk quero ver subir a rua do Relógio ou a Mário Joaquim !

  28. Arnold - 21/03/2012 - 22:18

    ea regiao oceanica e itaipu? que os policiais militares cercam a casa e deixam os bandidos fugirem SOCORRO SOCORRO SOCORROO ate quando nos vamos passar por isso NITEROI esta na maos dos bandidos itaipu ta um lixo bandidagem pra tudoque é lado revoltante isso, cade a policia? ta dentro da viatura dormindo em icarai ne? pelo amor de Deus

  29. VISITANTE - 21/03/2012 - 22:38

    Isso é a mesma coisa que colocar bloco de ouro em dente cariado.ACOOOOORRRDDAAAAA!!!!!

  30. Luiz - 21/03/2012 - 23:15

    E o pe pequeno que está uma vergona!

  31. Silvia - 22/03/2012 - 06:51

    É engraçado como se resolve tudo rápido quando se trata de zona sul , quando se tra das vitrines , o lixo fica sempre derramado na zona norte e ninguém vê . E os moradores do Fonseca e outras localidades que sofrem com a violência diariamente? Para o Bairro de São Francisco a resposta veio rápido , porque será ?

  32. CAMILLA - 22/03/2012 - 03:32

    é legal que eles ja avisam pros bandidos a hora, quantos policias e que tipo de veiculos sera utilizado! isso é dar mole pros bandidos verem a fraquesa e atacar...

  33. Márcia - 22/03/2012 - 15:15

    Vão esconder a sujeira em baixo do tapete, história para gringo vê.

  34. Márcia - 22/03/2012 - 15:18

    Vão esconder a sujeira em baixo do tapete, história para gringo vê.

  35. Márcia - 22/03/2012 - 14:52

    Engraçado, segurança não é direito de todos?
    Isso é Brasil!

  36. Lela - 25/03/2012 - 19:16

    Acompanho este movimento SOS São Francisco,pois meus familiares moram lá, e acho muito importante este policiamento diário no Bairro, mais gostaria de lembrar também que como moradora de itaipú, a região está abandonada, pois o número de assaltos a residência e sequestros relâmpagos, vem aumentando muito a casa dia,a qualquer hora do dia, e a população está a mercê dos bandidos.Polícia militar e civil, a população da região oceânica, pede socorroooooooooo!

O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.