PolíciaPreso

Preso suspeito de participar da morte de policial militar em Itaboraí

5
Tamanho da fonte: A- A+ Por: Cláudio Emanuel 14/02/2013

Homem detido é um dos acusados de participação no assassinato de subtenente no carnaval. 'VP' estaria exibindo através do seu celular imagens do policial baleado

Um dos homens suspeitos de ter participado do assassinato do subtenente Fredes Macário da Silva, de 46 anos, durante confronto com agentes do Serviço Reservado (P-2) do 35º BPM (Itaboraí) na localidade da Rua Cem, em Itaboraí, foi preso na manhã de quinta-feira no bairro do Flamengo, em Maricá, por policiais do 12º BPM (Niterói) depois de ser localizado através de denúncias anônimas dos moradores.

Identificado pela polícia como Valter Alexandre dos Santos, o “VP”, de 36 anos, ele, segundo policiais, estaria exibindo através do telefone celular imagens do policial baleado. O aparelho foi apreendido com o acusado.

Na operação policial de quinta-feira, integrada por PMs do 35º, e da 71ª DP (Itaboraí), foi preso também Paulo Vinicius dos Santos, de 37 anos, e um menor de 17 anos foi apreendido na Rua Cem, onde o oficial foi baleado. Foram apreendidos 3.589 sacolés de cocaína, 110 pedras de crack e quatro pistolas, uma delas com numeração raspada e que pode ter sido usada no assassinato do subtenente.

O comandante do Batalhão de Itaboraí, coronel Wagner Nunes, afirmou que a operação de quinta-feira foi uma resposta imediata aos acusados do assassinato do subtenente e também como prosseguimento ao combate ao tráfico de drogas. “Não vamos descansar enquanto não prendermos todos os envolvidos no assassinato do policial Fredes. Vamos continuar em campo e nos locais sabidamente conhecidos como ponto de venda de drogas”, comentou o oficial.

O delegado Oscar de Sá Alves, titular da delegacia de Itaboraí, disse que, desde o dia do assassinato do subtenente, o Setor de Investigações (SI) deu inicio às investigações e pelo menos dois nomes foram apontados como envolvidos no crime. “Eles são conhecidos pelos apelidos e atendem por ‘Neguinho’ e ‘Mendigo’. Já estão com pedidos de prisões temporárias solicitados à Justiça e são considerados foragidos. Policiais nossos estiveram na casa de um deles e flagramos familiares mudando de endereço às pressas. Familiares prestaram depoimentos na delegacia e sabem dos pedidos de prisões solicitados por mim”, disse Oscar Alves.

Os presos Valter Alexandre dos Santos e Paulo Vinicius dos Santos foram indiciados por porte ilegal de arma de fogo, tráfico e corrupção de menor. O menor de 17 anos deverá ser apresentado hoje ao juiz da Vara Criminal da Comarca de Itaboraí.

Memória – O subtenente Fredes Macário da Silva foi tocaiado por um grupo de traficantes de drogas, da facção do Comando Vermelho (CV) da Rua Cem, num ponto conhecido por “Campo da Lixeira”, no centro de Itaboraí, quando investigava com apoio de colegas denúncias de homens armados na localidade. Fredes fazia parte da equipe do Serviço Reservado (P-2) e estava prestes a se aposentar.

Sua morte causou comoção nos amigos. Fredes foi sepultado com honras militares no Cemitério do Maruí, Niterói, sábado passado, na presença de mais de 300 pessoas, entre eles familiares e autoridades policiais e políticas. O coronel Wanger Nunes e o prefeito de Itaboraí, Helil Cardozo (PMDB), prestaram homenagens ao policial morto.


O FLUMINENSE


AVALIE:

 

Enviar para amigo Imprimir

Comente a Notícia

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Grupo O Fluminense. Mensagens que contenham ofensas, acusações e palavrões ou xingamentos não serão publicadas.

Comentários

Esta matéria possui 5 comentário(s)
  1. cesar d almeida - 14/02/2013 - 18:17

    Apareceu a arma, grande ponto para desvendar crime.

  2. Federal - 14/02/2013 - 21:56

    A materia NO DIA SEGUINTE AO crime dizia que o policial foi imediatamente socorrido pelos outros policias que estavam com ele. ENTÃO DE QUE FORMA O TAL CRIMINOSO FOTOGRAFOU O POLICIAL BALeADO? ALO CIVIL, TEM QUE INVETIGAR BEM ISTO.....A socieda exige que o criminoso seja preso , mas que seja o criminoso , se é que me entendem..

  3. Federal - 14/02/2013 - 21:59

    Segundo a polícia, o oficial foi baleado na madrugada de sábado por traficantes de drogas da Rua Cem, em Itaboraí.... O militar foi ferido gravemente e socorrido pelos colegas, sendo levado para o Hospital Municipal de Itaboraí... PERGUNTO : COMO FOI QUE O TAL CRIMINOSO TIROU AS FOTO DO POLICIAL ATINGIDO?

  4. Luciano - 15/02/2013 - 16:51

    Morre mais gente combatendo o uso de drogas do que usando, que sociedade burra.

  5. phantasmainvisivel - 16/02/2013 - 00:39

    "parabéns" aos policiais, ao invés de encher a cara desse verme de chumbo e mostrar para a vaga*****gem qual é o destino de quem mata um policial ou um trabalhador trouxeram esse saco de esterco preso.
    Agora o cara vai para a carceragem "promovido" afinal ´eum matador de policial. subiu na carreira do crime, daqui há uns 03 anos um promotor coloca o lixo na rua para repetir a dose, se fosse num pais decente pegaria perpetua e sairia do sistema dentro de um caixão.

O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.

Publicidade:



Redes Sociais






Fale com
a Redação

(21) 2125-3065