Assine o fluminense

Imigrantes hondurenhos retomam no México marcha rumo aos EUA



De acordo a Defesa Civil do México, são mais de 3 mil pessoas

Os milhares de imigrantes hondurenhos que deixaram seu país em uma caravana retomaram neste domingo o caminho para os Estados Unidos depois de passarem pelos trâmites migratórios do México, cujo governo advertiu que irá deportar os que entrarem ilegalmente em seu território. 

De acordo com fontes da Defesa Civil do México, são mais de 3 mil imigrantes percorrendo os quase 40 quilômetros entre Ciudad Hidalgo e Tapachula, a segunda cidade mais importante do estado mexicano de Chiapas, onde anunciaram que passarão a noite. 

Com a caravana caminham representantes de organizações civis e da Comissão Nacional de Direitos Humanos (CNDH) do México, conforme pôde constatar a Agência EFE. 

Uma força de mais de 600 policiais estaduais e federais instalou um posto de controle a cerca de cinco quilômetros da entrada de Tapachula, aparentemente com a intenção de conter o êxodo em massa da caravana de imigrantes. 

A Secretaria de Relações Exteriores do México informou que, até 19 de outubro, tinham chegado à fronteira sul do país cerca de 4.500 imigrantes centro-americanos, e que foi oferecida atenção constante e atendimento humanitário aos mesmos. 

O México conduziu ordenadamente 640 imigrantes para as instalações do Instituto Nacional de Migração (INM), que expressaram sua intenção de solicitar asilo, enquanto outros 500 manifestaram seu desejo de retornar a seus lugares de origem em Honduras, segundo o Ministério das Relações Exteriores mexicano. 

O ministério afirmou que 900 imigrantes tentaram entrar no México "por passagens não formais", a maioria pelo rio Suchiate, que, depois de "resgatados", serão submetidos aos procedimentos determinados por lei, neste caso, a repatriação a seus países de origem. 

Pouco mais de 2.200 imigrantes se mantêm na ponte fronteiriça entre Ciudad Hidalgo (México) e Tecún Umán (Guatemala). Segundo o Ministério de Relações Exteriores do México, os imigrantes estão recebendo água e atendimento médico e já foram informados sobre os trâmites pelos quais devem passar para entrar no país. 

Fonte: EBC

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comments

Veja também

Scroll To Top