Assine o fluminense

Onze suspeitos presos por exploração imobiliária irregular no Rio



Operação do Ministério Público foi realizada para cumprir 17 mandados de prisão

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro informou na manhã desta terça-feira (16) que já cumpriu 11 mandados de prisão preventiva contra acusados de exploração imobiliária clandestina na comunidade da Muzema, na Zona Oeste do Rio de Janeiro. Prédios irregulares construídos na comunidade desabaram em 12 de abril, deixando 24 mortos. 

A operação deflagrada nesta terça pelo MP-RJ busca cumprir 17 mandados de prisão e outros de busca e apreensão. Os promotores denunciaram 27 pessoas por participação no grupo, que é acusado de loteamento, construção, venda, locação e financiamento ilegal de imóveis. 

Também pesam contra eles acusações de ligações clandestinas de água e energia elétrica, e a corrupção de agentes públicos. A operação é liderada pelo Grupo de Atuação Especializada em Meio Ambiente (Gaema), já que, além dos riscos aos moradores, os prédios invadiram área de Mata Atlântica.  

O cumprimento dos mandados conta com o apoio da Coordenadoria de Segurança e Inteligência e da Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas, da Polícia Civil.

Fonte: Agência Brasil 

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comments

LUIZ AUGUSTO DE ALMEIDA FRAGA
Na entrada do túnel de Charitas no lado de Piratininga, já está surgindo uma comunidade, isso nas barbas da equipe de manutenção de tuneis. Quem passar por lá, poderá verificar que existem vários "gatos de luz", sendo puxados para o meio da mata. Nossa Prefeitura ausente, é claro, não toma nenhuma providência até que tudo seja desmatado e seja criado mais uma comunidade em Niterói.
Vote up!
Vote down!

: 0

You voted ‘up’

Veja também

Scroll To Top