Assine o fluminense

Cultura nordestina no Museu Janete Costa

São João Cultural acontece neste fim de semana com atividades que unem arte, cultura e diversão

Público aproveitou a variedade de comidas típicas

Foto: Vanessa Lima / Colaboração

Resgatando as origens multiculturais dos festejos juninos o Museu Janete Costa, no Ingá, abriu a programação da temporada com o evento 'São João Cultural', que segue até a tarde deste domingo. A iniciativa oferece uma série de atividades culturais e artísticas explorando a riqueza das tradições nordestinas, que originou uma das festas mais populares do país. A expectativa é que mais de 400 pessoas passem pelo local neste fim de semana. 

Unindo arte, cultura e diversão em um só lugar, o evento reuniu pessoas de todas as idades em um ambiente familiar com múltiplas opções de lazer, incluindo oficinas de leituras, apresentação de artistas circenses, brincadeiras típicas, música e gastronomia regional. De acordo com a produtora do Museu Janete Costa, Aline Gagliano, a proposta do evento é explorar as vertentes culturais da tradicional Festa de São João, democratizando o acesso popular à cultura. 

"O evento abrange a riqueza dessa tradição que possui inúmeras referências e conceitos artísticos. Nossa ideia é promover uma festa popular e gratuita, onde todos os cidadãos possam ter acesso a cultura sem a exploração do viés comercial. O compromisso do museu é com a oferta do conhecimento, portanto, desenvolvemos uma programação democrática permitindo que o público sinta-se à vontade nesse ambiente," afirmou. 

A exposição "Sim, aceito", que segue até o início de setembro, foi uma das atrações que mais chamou a atenção do público. A mostra retrata o amor em todas as suas formas e homenageia as 'noivas secas' do Vale do Jequitinhonha. A exposição também aborda diversas cenas de celebrações afetivas, com a representação do casamento junino. Além disso, o relacionamento dos devotos com os santos juninos é outra abordagem que a exposição retrata de forma íntima e singela. 

"A exposição 'Sim, aceito' é uma celebração do amor e todas as suas tonalidades. Nessa mostra o público tem o privilégio de acompanhar toda a rica cultura regional, que gira entorno dos relacionamentos. O casamento junino, por exemplo, é a segunda comemoração coletiva mais popular do Brasil e só fica atrás do carnaval. Por isso, retratamos diversos fragmentos da cultura," contou a monitora do museu, Samantha Gonçalves. 

Segundo a engenheira, Andréia Vaz, 43 anos, a iniciativa aproxima os cidadãos dos centros culturais e fomenta a disseminação do conhecimento. "A sociedade carece de eventos socioculturais que promovem a oferta do aprendizado, através de propostas interativas. Muitos estudantes preservam o costume de frequentar os museus apenas quando as escolas realizam passeios culturais, o que é um hábito que deveria ser comum. Portanto, esse tipo de iniciativa atrai o público e permite a construção de uma sociedade mais crítica, informada e consciente," argumentou. 

Neste domingo, a programação do evento tem início às 11h e segue até às 18h. .

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comments

Scroll To Top