Assine o fluminense

Moradores de bairro da Zona Sul de Niterói reclamam de falta d’água

Denúncias relatam deficiência no abastecimento há pelo menos cinco anos

Moradores da parte mais alta da Rua Itaperuna sofrem com a falta de água

Evelen Gouvêa

Moradores da Rua Itaperuna, no Pé Pequeno, convivem há pelo menos cinco anos com constante falta d’água na parte mais alta da via. Eles afirmam que um sistema de manobra é utilizado para liberar o abastecimento de água do município três vezes por semana para a região, porém, o procedimento não é usado há um mês. Desde o início do problema, a vizinhança precisa de caminhão-pipa para abastecer a caixa-d’água.

Moradora há cinco anos da rua, a aposentada Maria Lúcia Machado, 57, precisou comprar novas toalhas de banho nesta semana por conta da dificuldade em lavar roupa. Além das diversas peças sujas, é difícil cozinhar e limpar a casa. Para tentar se arrumar enquanto a situação não se resolve, ela solicita caminhão-pipa à Águas de Niterói, concessionária responsável pelo abastecimento. 

“Pago R$ 93 por mês de conta para algo que não recebo em minha casa. Na teoria, cai água na caixa na segunda, quarta e sexta, porém, apenas realizam a manobra que disponibiliza o nosso abastecimento quando querem. Não sabemos quando teremos água novamente”, reclama.

A via reclamada começa de maneira plana a partir da Rua Dr. Paulo César, em Santa Rosa e segue desta forma até o encontro com a Rua Itaocara. É partir deste trecho que a via eleva, local em que todos os moradores têm problemas de abastecimento. 

Após 35 anos, a aposentada Sandra Decco, 62, resolveu tentar na Justiça a melhora no atendimento e aguarda a decisão. Enquanto isso, também precisa de caminhão-pipa, veículo que moradores veem diariamente na rua. Segundo eles, a situação piorou quando houve uma troca de tubulação e uma bomba de recalque foi removida do sistema, atrapalhando a força da água e a disponibilidade da mesma.

“Não podemos ficar brigando a vida toda, tenho uma agenda de protocolos e pedidos pelo caminhão-pipa... No trecho de baixo da rua, não falta água e antigamente não faltava tanto como hoje para a gente, precisamos de algo que ajude a chegar até aqui em cima. Quando reclamamos muito, volta ao normal, mas dura apenas 1 semana”, afirma. 

Além de sofrerem com a falta d’água constante, quando há o abastecimento, moradores ainda precisam dividir a força da água com um vazamento na rua, na altura do número 236. De acordo com Haroldo Pereira, 71, que mora no local desde que nasceu, os técnicos já visitaram a rua três vezes por conta do vazamento, mas ainda não resolveram.

“Quando vaza, nós ligamos para os técnicos, porém, eles apenas aparecem quando a manobra está fechada e nós estamos sem água e, portanto, sem vazamento. Assim, eles não podem mexer e fica nesta situação repetitiva”, explica. 

Procurada, a Águas de Niterói informou que os carros-pipa são enviados sempre que há necessidade, a exceção deve-se a períodos de paralisação de sistema, quando são priorizados serviços essenciais, como: escolas, postos de saúde, creches, hospitais, etc. A concessionária disse também que não existe rotina de manobra para o local e que a bomba que abastece a localidade continua instalada e operando normalmente. Além disso, informou que houve uma paralisação de 24h no sistema produtor Imunana-Laranjal, que afetou o abastecimento de toda a cidade, incluindo esta localidade. A concessionária está monitorando o abastecimento do local. Sobre o vazamento na altura do número 236, a Águas de Niterói informou que o reparo foi realizado ainda nesta quarta-feira (11).

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comments

Rafael Braga de Decco
Primeiramente o problema de abastecimento não é de hoje, não foi a paralização que prejudicou. Em relação ao conserto do vazamento a afirmação que o concerto foi feito na quarta, é mentira. Chegaram agora, as 09:00h, é vamos ver se vão realmente consertar.
Vote up!
Vote down!

: 0

You voted ‘up’

Elisana Machado
Bom dia. Sou moradora da rua Itaperuna, a Concessionária Águas de Niteróir está hoje dia 12/07/2018 fazendo os reparos no vazamento. Eles são muito mentirosos porque o próprio funcionário da Águas de Niterói no fia 26/06/2018 disse que a bomba estava com defeito a mais de 1 mês. Tenho um vídeo o comprovando que eles estão aqui fazendo o conserto.
Vote up!
Vote down!

: 0

You voted ‘up’

Elisana Machado
A Concessionária Águas de Niterói está hoje, 12/07/18, fazendo o reparo no local de vazamento. Ontem não esteve ninguém da águas de Niterói aqui na rua.
Vote up!
Vote down!

: 0

You voted ‘up’

Veja também

Scroll To Top