Assine o fluminense

Amelinha solta a voz no Teatro da UFF

Cantora traz para a cidade show com músicas de Belchior

Amelinha deu sua voz para canções como “A Palo Seco”, “Alucinação”, “Comentário a respeito de Jonh” e “Incêndio”

Divulgação

A cantora Amelinha realiza duas apresentações, no sábado (20) e domingo (21), no Teatro da UFF. O repertório será composto por canções de seu CD “De Primeira Grandeza - As canções de Belchior”, em que homenageia o seu conterrâneo, o cantor Antonio Carlos Belchior.  

A ideia para o disco veio do produtoir Thiago Marques Luz - que já havia produzido o disco anterior da cantora - depois da morte de “Bel” - apelido carinho que Amelinha deu ao seu amigo Belchior .

O disco traz 10 músicas do cancioneiro, Amelinha deu sua voz para canções como “A Palo Seco”, “Alucinação”, “Comentário a respeito de Jonh” e “Incêndio”. O álbum também conta com uma música nunca gravada por Belchior, que nomeou o álbum da cantora Guadalupe, “Princesa do meu Lugar”. 

Para a cantora, realizar shows dando a voz a canções do seu querido amigo é especial. 

“Uma sensação de carinho, de amizade, pois além de termos sido amigos e contemporâneos sempre o admirei, e aliás, vou cantar uma música que ele havia sugerido que eu cantasse, pois gostaria muito de ouvir na minha voz. É de ‘Primeira Grandeza’, que abre o álbum com o mesmotítulo. No mais, passeio por momentos e músicas dele que considero extremamente emblemáticas; canto também alguns dos meus sucessos e outras surpresas gostosas. E sempre é uma alegria cantar pra essa gente linda, sensível e animada de Niterói que amo”, conta.

A cearense iniciou sua carreira em 75, quando acompanhou Vinícius de Moraes e Toquinho em apresentações em Punta Del Este, Uruguai. Em 76, lançou seu primeiro disco “Flor da Paisagem”, que apesar de ter feito pouco sucesso, já abria os olhos da cantora para a futura carreira. Já em 79, lançou “Frevo de Mulher”, que foi uma febre nacional em lhe rendeu o primeio disco de ouro. Depois disso, a cantora se consagrou no cenário brasileiro com sua canção “Foi Deus que fez Você”, sucesso que se tornou sua marca registrada. 
Desde 2000, Amelinha lançou mais dois discos, “Vento, forró e folia”, em 2002 e  “Janelas do Brasil”, em 2011, além do “De Primeira Grandeza”. 

 

 
Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comments

Veja também

Scroll To Top