Assine o fluminense

Flamengo inicia o dia contra a Chape

Equipes se enfrentam às 11h, no Maracanã. Fla vai com reservas

Técnico Abel vai mandar um time misto a campo, neste domingo. Mesmo assim, o treinador quer vencer a Chapecoense para diminuir a distância para o líder

Alexandre Vidal / Flamengo

O Flamengo recebe a Chapecoense neste domingo, às 11h(de Brasília), no Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ), pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro. O Rubro-Negro empatou com o São Paulo por 1 a 1 no fim de semana passado, quando usou uma formação composta por reservas. A estratégia vai ser repetida neste duelo com os catarinenses, que ficaram no 1 a 1 com o Athletico Paranaense no domingo passado, em Santa Catarina. Flamenguistas e sulistas aparecem com quatro pontos, tentando ingressar no pelotão de frente.

A estratégia do Flamengo de escalar um time reserva se deve ao desgaste do time e a série de compromissos decisivos e eliminatórios. Na quarta-feira, em um duelo desgastante no Uruguai e que terminou empatada sem gols, o Rubro-Negro segurou o Peñarol e se garantiu nas oitavas de final da Copa Libertadores. No meio da próxima semana já tem o choque de ida das oitavas da Copa do Brasil contra o Corinthians, em São Paulo.

“Vamos enfrentar a Chapecoense com uma equipe mais ou menos igual ao time que enfrentou o São Paulo no fim de semana. Vamos precisar viajar na semana que vem para encarar o Corinthians da melhor maneira possível, pois foi isso que o sorteio da Copa do Brasil”, explicou o técnico Abel Braga.
Mesmo assim os jogadores flamenguistas acreditam em um bom resultado.

“O pensamento do Flamengo sempre que vai a campo é conquistar a vitória e não vai ser diferente agora. Esperamos o torcedor ao nosso lado”, disse o goleiro César, que vai ser titular mais uma vez pois Diego Alves, que estava cotado para voltar, segue vetado devido a dores na região lombar.

Abel deverá mesmo manter a base que duelou contra o São Paulo no fim de semana passado. Porém, é possível que encorpe o time com alguns atletas que não foram utilizados no começo do jogo com o Peñarol.

Pelo lado da Chapecoense, o técnico Ney Franco minimizou a formação reserva do Flamengo, esperando um alto grau de dificuldade.

“Os times que apresentam problemas de excesso de jogos montaram elencos qualificados e numerosos para tentarem resolver este problema. O pesamento da Chapecoense é conseguir fazer um grande jogo e conquistar o resultado positivo. Vai ser um duelo muito complicado”, disse Ney Franco.

A Chapecoense perdeu para este jogo o lateral-direito Eduardo, que vinha jogando com dores na canela direita e se submeteu a uma cirurgia. Bryan assume o posto. Outro desfalque é o meia Gustavo Campanharo, com umna lesão no músculo adutor da coxa direita, cede o posto a Augusto.

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comments

Veja também

Scroll To Top