Assine o fluminense

Um bom exemplo de campeão a ser seguido

O paratleta olímpico Pedro Neves é o orgulho do Morro do Cavalão

O paratleta nasceu na comunidade. Para vencer as dificuldades, ele trabalha em uma empresa de energia elétrica e estuda graças a uma bolsa universitária

Foto: Lucas Benevides

Quando todas as dificuldades e circunstâncias apontam para o fim de um sonho, é aí que entra em cena o que pode ser chamado de superação. A história poderia ser de tantas pessoas que pensaram em desistir pelo Brasil afora, mas aconteceu em uma das principais comunidades de Niterói, o Morro do Cavalão, em Icaraí, na Zona Sul. Trata-se do paratleta olímpico Pedro Neves, que acabou de disputar nesta semana os jogos universitários Parapan-Americanos, em São Paulo. Na ocasião, o atleta disputou três provas: venceu a modalidade salto em distância e faturou o segundo lugar em arremesso de peso e lançamento de dardo.  

Para o atleta, quem vê a glória de um título, talvez, não saiba da luta diária que o esportista amador tem em conseguir nadar contra uma maré de falta de patrocínio: “Com muitas dificuldades de estrutura esportiva devida, local adequado de treinamento, tendo de me deslocar todos os dias para treinar em Sulacap, mais todas estas barreiras, me impulsionam a seguir em frente”, desabafou o atleta, que prosseguiu: “Essas barreiras servem de combustível para avançar e conquistar medalhas e representar o Morro do Cavalão”.

A luta diária de Pedro é a mesma que todo morador das comunidades niteroienses precisam enfrentar. Por isso, o atleta quer continuar a ser exemplo para os moradores e, como ele mesmo disse, “levar no nome do morro para a mídia, que não vive só na parte policial dos jornais, mas também nas partes de Cultura e Esporte”, contou.

Pedro Neves mostra com orgulho alguns dos títulos conquistados na carreira

Foto: Lucas Benevides

O atleta, para conseguir dinheiro para as competições, trabalha em uma empresa de Energia Elétrica da cidade. É dali que ele também tira o seu sustento: “Graças a Deus trabalho num projeto de transição de carreira do paratleta junto à Universidade Livre da Eficiência Humana (Unilehu), onde tenho um horário flexível para treinamentos e competições, eu treino todos os dias, exceto domingo, que tiro para descanso”, relatou.

Pedro Neves é aluno do 6º período de Administração do Centro Universitário Celso Lisboa e recebe todo o apoio por parte da universidade. Além da bolsa integral, o esportista recebe orientação dos professores de Nutrição, Educação Física e Fisioterapia. 

Segundo o coordenador de Esportes da instituição, Marcelo Crespo, Pedro é muito empenhando tanto dentro quanto fora da sala de aula.

“Pedro é uma pessoa muito determinada. Não é à toa que ele chegou tão longe. Sua garra e disciplina fazem diferença tanto nas pistas de corrida quanto na sala de aula. Temos muito orgulho de tê-lo representando a nossa instituição de ensino e o Brasil”, afirma Crespo.

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comments

Veja também

Scroll To Top