Assine o fluminense

Buraco do Boi: chefão é pego no Rio

Nem Rato era acusado de integrar a organização criminosa que atua em Duque de Caxias

Agenes da 59ª DP (Duque de Caxias) e da 62ª DP (Imbariê), prenderam, na manhã de ontem Jorge Esteves Santana, conhecido como Nem Rato, na comunidade do Tuiuti, em São Cristóvão. Ele é apontado pela polícia como chefe do tráfico de drogas na favela Buraco do Boi, em Niterói, e estava foragido do sistema prisional após cumprir 12 anos de pena. Nem Rato vinha sendo investigado pelas distritais sob a acusação de integrar a organização criminosa que atua na Mangueirinha e Parada Angélica, em Duque de Caxias.

Segundo a polícia, no momento da abordagem Nem Rato apresentou uma identidade falsa e ofereceu R$ 120 mil para não ser preso. Ele estava com uma pistola calibre .40 com kit rajada, carregadores, aparelhos de telefone celular e cadernos com anotações, e vinha recebendo proteção de traficantes do Tuiuti e também da Mangueira, onde, de acordo com a polícia, estava se escondendo. (Ascom Polícia Civil) 

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comments

Veja também

Scroll To Top