Assine o fluminense

Mais de 570 PMs aprovados em concurso serão convocados

Novos militares serão chamados até dezembro. Mais de mil veículos reforçarão patrulhamento nas ruas

Os investimentos do Governo do Estado na reestruturação da segurança pública vão garantir, até o fim do ano, a convocação de mais policiais militares concursados e a compra de novas viaturas, entre outras medidas financeiras e operacionais para reforçar o combate à criminalidade no Rio de Janeiro. 

Serão convocados em dezembro os últimos 573 PMs aprovados em concurso em 2014. Eles se juntarão a 800 policiais, que começaram a ser chamados em julho e iniciaram o curso no Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças (Cfap). A Polícia Civil também receberá reforço, com a formatura, prevista para o próximo mês, de 245 oficiais de cartório. Na recomposição dos quadros da perícia técnica, o governo já nomeou 96 papiloscopistas aprovados em concurso. 

Além de 750 viaturas adquiridas este ano com recursos estaduais e que já estão nas ruas, serão comprados mais 1.036 veículos com verbas provenientes da Secretaria Nacional de Segurança Pública (R$ 30 milhões), de emendas parlamentares (R$ 7 milhões) e de convênio do Governo do Rio com o programa Pró-Cidades (R$ 20 milhões). 

Com o pagamento do Regime Adicional de Serviço (RAS) garantido até o fim do ano, há um reforço diário de 1,5 mil policiais civis e militares. Além disso, 1.216 policiais já passaram pela reavaliação psiquiátrica na PM, resultando no retorno de 378 policiais para a atividade-fim e 565 estão trabalhando na área administrativa. Ainda será realizado o realinhamento de outras UPPs. 

Fundo de Segurança e Desenvolvimento Social 

Na parte financeira, a Secretaria de Segurança recebeu ainda cerca de R$ 63 milhões referentes à segunda parcela do Fundo Estadual de Segurança e Desenvolvimento Social (Fised), inédito no país, criado pelo Governo do Estado, que recebe recursos dos royalties do petróleo. A verba será investida em: 

Pagamento do RAS até o fim do ano para as polícias Militar e Civil; 

Pagamento do Sistema Integrado de Metas (SIM) referente ao segundo semestre de 2017; 

Manutenção predial da Policlínica da Polícia Civil e da Cidade da Polícia; 

Reformas em unidades da Polícia Militar; 

Manutenção de todo o sistema de comando e controle do Estado, entre os quais o parque tecnológico do Centro Integrado de Comando e Controle (CICC) e a radiocomunicação crítica; 

Aquisição de equipamentos para a Subsecretaria de Inteligência da Secretaria de Estado de Segurança.

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comments

Veja também

Scroll To Top