Assine o fluminense

RJ-104: ladrões de fuzil roubam carro na altura de Maria Paula

Vítima foi levada junto com veículo, que acabou colidindo contra um poste

Após colisão, vítima foi libertada pelos bandidos, que seguiram em fuga

Foto: Divulgação / PM

Um vigilante de 36 anos foi feito refém por quatro bandidos armados com um fuzil, quando seguia de carro para o trabalho no início da manhã desta sexta-feira (22). Ele foi abordado na Rodovia RJ-104, na altura do Viaduto de Maria Paula, por volta das 5h da manhã. Bandidos em um Honda Fit preto interceptaram o Renaut Clio branco da vítima e ordenaram que ela passasse para o banco de trás, onde passou 20 minutos sendo ameaçada de morte até ser libertada após baterem com o carro em um poste na altura do bairro Jardim Catarina.

A vítima contou que foi rendida na descida do viaduto de Maria Paula, quando seguia no sentido Alcântara. Sob a mira de um fuzil, foi obrigada a passar para o banco traseiro, enquanto um dos criminosos assumiu a direção do veículo e o outro sentou no banco do carona. Ainda segundo o vigilante, dois bandidos permaneceram no Honda Fit dando cobertura à ação. Durante o trajeto pela RJ-104, a vítima contou que foi ameaçada de morte caso o veículo tivesse bloqueadores.

Após descerem o viaduto de Alcântara, os criminosos aceleraram o veículo na tentativa de fugir do trânsito e seguiram em alta velocidade até a altura do Jardim Catarina, quando perderam o controle do carro e bateram em um poste. Os criminosos, então, abandonaram o automóvel e a vítima no local, seguindo em fuga no outro veículo que estava dando cobertura à ação. 

“Foram minutos de terror e muito desespero. A todo o momento eu achava que iria morrer, porque os bandidos me ameaçavam dizendo que se o veículo fosse rastreado acabariam comigo. Eles não me pediram dinheiro e também não levaram nenhum objeto de valor, mas o terror psicológico desestabiliza qualquer cidadão. Me sinto refém do medo, porque não sei se vou conseguir passar por essa rota para ir trabalhar na próxima semana,” desabafou a vítima.

Agentes do 7° BPM (São Gonçalo) foram acionados e prestaram auxílio à vítima, que registrou ocorrência on-line e acionou a seguradora do veículo. 

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comments

Veja também

Scroll To Top