Assine o fluminense

Caí o número de empregos com carteira assinada

Apesar do crescimento nos últimos cinco meses, dados do Caged revelam diminuição no mês de agosto

Em agosto, o número de novas vagas de trabalho com carteira assinada somou 35.457, conforme dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgado nesta quinta-feira (22) pelo Ministério do Trabalho e Emprego. Segundo o Caged, agosto foi o quinto mês seguido com mais vagas de trabalho formal abertas do que fechadas no país, apesar do número ser inferior ao número de empregos abertos em julho, quando foram gerados 35.900 postos com carteira assinada. 
 
De janeiro a agosto deste ano, o mês de abril foi o que apresentou melhor resultado: 71.193 novas vagas em postos de trabalho formal. 
 
No entanto, dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostram que o desemprego continua alto. De acordo com a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), no trimestre de maio a julho, 12,8% dos brasileiros estavam desocupados, número que representa um quantitativo de 13,3 milhões de pessoas.  

O estado de São Paulo liderou o crescimento do emprego no país em agosto, com o melhor saldo positivo entre as 27 Unidades da Federação. A economia paulista registrou um saldo de 17.320 novas vagas no mês passado, com 376.660 admissões e 359.340 desligamentos, um crescimento de 0,14% em relação ao estoque do mês anterior. 

No acumulado do ano, São Paulo registra saldo positivo de 108.393 novas vagas, com crescimento de 0,91% em relação ao estoque de dezembro de 2016.  

O resultado de São Paulo foi puxado pelo desempenho dos setores de Serviços, que registrou 12.171 novos postos (+0,22%), Comércio, com 9.371 novas vagas (+0,36%), e Administração Pública, com 309 postos a mais (+0,12%).

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Veja também

Scroll To Top