Assine o fluminense

EUA: talco pode ter causado câncer



Multinacional Johnson & Johnson foi condenada a pagar uma indenização

A multinacional Johnson & Johnson foi condenada a pagar uma indenização equivalente a cerca de R$ 18,3 bilhões a 22 mulheres que alegam ter desenvolvido câncer de ovário ao usar talcos produzidos pela empresa.

Uma corte no Missouri (EUA) concedeu, inicialmente, compensação no valor de US$ 550 milhões e acrescentou US$ 4,1 bilhões referentes à indenização punitiva.

A gigante farmacêutica, que nega as acusações e assegura que seus produtos não causam câncer ou contêm substâncias cancerígenas, enfrenta cerca de 9 mil processos judiciais envolvendo o talco que fabrica para bebês.

A empresa informou que está “profundamente desapontada” com o resultado do julgamento e pretende recorrer da decisão.

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Scroll To Top