Assine o fluminense

Lançada campanha Todos Juntos contra a Corrupção

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, disse nesta terça-feira (12) que a qualidade e a quantidade, inéditas, de investigações feitas nos últimos anos fizeram com que só restasse aos investigados tentar “desconstruir e desacreditar” aqueles a quem cabe combater a corrupção.

“Nunca se viu, em toda nossa história, tantas investigações abertas, e tantos agentes públicos e privados investigados, processados e presos”, disse Janot.

“Não há como não reconhecer os avanços significativos obtidos no Brasil nos últimos anos na luta contra a corrupção. Não há mais como retroceder, embora haja muito ainda por se realizar”, acrescentou. 

Segundo Janot, as instituições brasileiras estão funcionando bem e que “as reações [a elas] têm sido proporcionais”.
A declaração foi feita no lançamento da campanha Todos Juntos contra a Corrupção. 

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Scroll To Top