Assine o fluminense

Mulher que denunciou Neymar depõe em SP



Najila alega que o jogador a teria agredido e se recusado a usar preservativo

Lesionado no pé direito, Neymar foi cortado da Seleção Brasileira que disputará a Copa América

Foto: Arquivo/Fernando Frazão/Agência Brasil

Pouco antes das 12 horas desta sexta (7), a modelo Najila Trindade Mendes de Souza foi à 6ª Delegacia de Defesa da Mulher, em São Paulo, para prestar depoimento no caso em que acusa o jogador de futebol Neymar de estupro.

Na entrada, ela não falou com a imprensa. O suposto caso de estupro teria ocorrido no dia 15 de maio deste ano, em Paris, na França.

Najila alega que Neymar a teria agredido e se recusado a manter relações sexuais com preservativo.

Contundido, após ser cortado da Copa América Neymar viajou ao Rio de Janeiro e prestou depoimento ontem (6) no inquérito em que é investigado por divulgar de fotos e diálogos em redes sociais com a modelo que o denuncia por estupro.

O advogado Davi Tangerino, que defende o jogador, disse que tem total confiança na inocência de seu cliente, mas explicou que não poderia dar detalhes sobre o depoimento, porque o inquérito corre em sigilo de Justiça.

"Isto será mostrado nos autos", disse Tangerino.

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Veja também

Scroll To Top