Assine o fluminense

Vigia põe fogo em creche e deixa quatro crianças mortas

Outras 20 pessoas ficaram feridas. Autor do incêndio também morreu

Quatro crianças e uma professora morreram queimadas em uma creche na cidade de Janaúba, no norte de Minas Gerais

Foto: Divulgação / Polícia Militar

Quatro crianças morreram queimadas, na manhã desta quinta-feira (5), em uma creche na cidade de Janaúba, no norte de Minas Gerais. Segundo autoridades policiais e a prefeitura, o incêndio foi provocado por um segurança da Creche Municipal Educacional Infantil Gente Inocente, que fica no bairro Rio Novo. O segurança também morreu queimado. Vinte outras pessoas, entre crianças e adultos, ficaram feridas. 

De acordo com o Corpo de Bombeiros, o incêndio ocorreu por volta das 9h40. Oito viaturas e dois helicópteros foram utilizados no atendimento às vítimas, que foram encaminhadas para o Hospital Regional de Janaúba (Fundação Hospitalar de Janaúba) e o Hospital Fundajan. Equipes de bombeiros que estavam de folga também foram escaladas, devido à gravidade do caso.

O vigia Damião Soares dos Santos, de 50 anos, chegou a ser socorrido em estado grave, mas morreu na tarde desta quinta, no hospital. Damião era funcionário efetivo do município desde 2008.

Inicialmente, chegou a ser divulgada a morte de uma professora, mas a assessoria informou que ela continua viva, após ter sofrido diversas paradas cardíacas, e que seu estado é muito grave. A prefeitura de Janaúna decretou luto de sete dias. Em nota, manifestou solidariedade às famílias envolvidas na tragédia. “Toda a administração e a sociedade civil de Janaúba está consternada em virtude da tragédia ocorrida hoje na Creche do Bairro Rio Novo. A administração municipal manifesta profunda preocupação com o lamentável episódio e direcionou todos os seus esforços para atender os envolvidos e amenizar, de alguma forma, a dor que acomete a todos”, diz o texto. 

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Scroll To Top