Assine o fluminense

Suzano: 3ª pessoa é investigada



Colega de 17 anos do atirador teria ajudado no planejamento do massacre na Escola Raul Brasil

Escola permaneceu fechada nesta quinta. Aulas só na semana que vem

Rovena Rosa/Agência Brasil

 Polícia Civil está investigando a participação de uma terceira pessoa, de 17 anos, na organização do atentado na Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano. Este suspeito era colega de classe do atirador Guilherme Taucci Monteiro, também de 17 anos, e teria ajudado no planejamento do crime. Segundo a polícia, ele estava na cidade de Suzano no momento do ataque, mas não foi até a escola.

O jovem já foi ouvido pela Polícia Civil, que pediu à Vara da Infância e da Juventude a apreensão do adolescente e espera autorização.

Há um vídeo em que uma terceira pessoa aparece junto com os dois assassinos dias após eles terem alugado o carro usado no atentado. O aluguel do carro foi pago com cartão de crédito.

Pessoas que conviviam com os atiradores disseram à polícia que já tinham ouvido deles referência ao caso de Columbine, nos Estados Unidos, que deixou 13 mortos e 24 feridos em 1999. 

“Quem ouviu eles falando sobre isso ou não levou a sério ou ficou com medo”, disse o delegado-geral de Polícia Ruy Ferraz Pontes.

O delegado disse também que, até o momento, é uma “presunção” que um dos assassinos tenha atirado no outro e depois se suicidado. A conclusão sobre a morte dos assassinos depende ainda de informações que serão trazidas pela perícia.

De acordo com Pontes, a polícia diz que não há elementos suficientes até o momento que indiquem que o uso da deep web tenha sido determinante para o atentado.

O delegado-geral informou que não está claro ainda se a morte de Jorge Antonio de Moraes, tio de Guilherme, foi motivada por vingança, já que ele chegou a contratar o sobrinho para trabalhar em sua empresa, mas teve que demiti-lo por causa de pequenos furtos. 

Velório – Ato ecumênico em homenagem às vítimas do massacre na Escola Estadual Professor Raul Brasil foi realizado nesta quinta-feira no ginásio onde foram velados os corpos de seis dos dez mortos no tiroteio. Cerca de 5 mil pessoas, segundo a Prefeitura de Suzano, passaram pelo local. Os corpos começaram a ser sepultados à tarde. 

Nesta quinta, duas das 11 pessoas feridas no massacre tiveram alta hospitalar. 

Luto – O presidente Jair Bolsonaro disse nesta quinta que o Brasil está de luto pelas vítimas do ataque à escola em Suzano. “[Foi] uma barbaridade”, afirmou o presidente durante transmissão ao vivo, via Facebook, ao lado dos ministros Ernesto Araújo (Relações Exteriores) e Luiz Henrique Mandetta (Saúde). 

Segundo Bolsonaro, o governo vai atuar para evitar outras tragédias em escolas do país. 

“A gente não consegue entender como é que consegue fazer isso. Leva ao que isso daí?”, afirmou Bolsonaro, prestando condolências às famílias atingidas pelo atentado. “O que for possível nós faremos para evitar outros casos", disse. 

Indenização de R$ 100 mil 

O governo paulista criou um comitê executivo para viabilizar o pagamento de indenização aos familiares das vítimas do atentado ocorrido na Escola Estadual Professor Raul Brasil, em Suzano, na Grande São Paulo. O governador do estado, João Doria, disse que o valor da indenização será definido pela Procuradoria-Geral de São Paulo e deve ser de aproximadamente R$ 100 mil para cada familia.

Segundo Doria, a indenização deve ser paga em até 30 dias. “Até 15 de abril o pagamento será feito às famílias dos cinco jovens e das duas auxiliares de ensino da Escola Raul Brasil, em Suzano.” O comitê executivo será formado por integrantes da Procuradoria-Geral do Estado, as secretarias da Educação, Segurança Pública e Assistência Social, além de membros da Defensoria Pública.

Explicações – O governador João Doria disse, por meio de nota, que a medida não tem como propósito “compensar as vidas perdidas”, mas para que as famílias não enfrentem “burocracia e processos lentos para terem acesso aos recursos”.  

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Veja também

Scroll To Top