Assine o fluminense

Ônibus de quatro portas nas ruas

Sem TransOceânica, coletivos comprados para corredor viário começam a ser utilizados em linhas tradicionais

Ônibus de quatro portas entraram em circulação após ficarem parados por três meses em garagem

Foto: Evelen Gouvêa

Os ônibus comprados no ano passado para a Transoceânica começaram a ser utilizados na última semana, mesmo sem a previsão de início para o funcionamento do corredor viário. Os coletivos, que são automáticos e têm quatro portas, passaram a operar na linha 38B (Charitas/Itaipu) e nos demais trajetos após ficarem parados na garagem da viação Pendotiba desde dezembro. Em obras desde 2015, a Transoceânica tinha previsão para entrar em funcionamento há dois anos. Segundo a Prefeitura de Niterói, operação deve ser iniciada até abril.

Com estações ainda em obras e partes do corredor obstruídos por maquinários, a Transoceânica havia sido anunciada para dezembro passado, mesmo mês em que a Viação Pendotiba começou a receber os coletivos que vão operar no corredor. Na última segunda, no entanto, a empresa colocou os ônibus na rua. 

As quatro portas do novo coletivo chamaram a atenção de quem aguardava a linha. As novas especificações são especiais para o funcionamento do corredor, que terá acesso para embarque e desembarque em ambos os lados. O veículo automático opera com o auxílio de um cobrador, que está localizado no meio do carro, não mais próximo ao motorista. 

O aparecimento do ônibus nas ruas reacendeu a cobrança pelo início do funcionamento da Transoceânica. A dona de casa Helena Assis, de 38 anos, comentou sobre a demora na entrega.

“Será que vai sair mesmo? Tanto tempo aguardando, e agora o ônibus está na rua… o túnel Charitas-Cafubá foi ótimo, mas o corredor está demorando muito”, disse. 
A Prefeitura de Niterói informou que a construção das estações do corredor expresso, última etapa da Transoceânica, está em andamento, e que a operação será iniciada em abril.

A dona de casa Helena Assis já está viajando nos novos ônibus, mas lamenta a demora na entrega do corredor viário

Foto: Evelen Gouvêa

Dos 43 adquiridos, 6 estão operando  

O Consórcio Transoceânico afirmou que está utilizando os novos ônibus de forma eventual porque os veículos antigos foram “deslotados” da frota. Desta forma, para executar a operação sem prejuízo aos usuários, principalmente nos horários de pico, um pequeno número dos coletivos está sendo usado na operação. 

“Existe também um aspecto técnico de utilização dos veículos para que sejam detectadas eventuais falhas de fabricação, para que sejam corrigidas antes da inauguração do Corredor. Foram adquiridos 43 veículos novos. Destes, estamos utilizando, no máximo, 6. A utilização acontecerá conforme a necessidade operacional, não sendo especificamente em determinada linha. Ainda não foi definida a data de inauguração da Transoceânica, dependendo da conclusão das obras, e ficando de responsabilidade exclusiva da Prefeitura Municipal”, diz nota divulgada.

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Clauda Ramos
A obra do BRT está demorando a ficar pronta mesmo mas,é uma obra enorme! E de se entender. E a drenagem do Jacaré que começou, parou e nada de andar! Ainda bem que o prefeito voltou!
Vote up!
Vote down!

: 0

You voted ‘up’

Elson Luiz
É uma pena e uma vergonha que um projeto dessa invergadura ainda não tenha ficado pronto mesmo depois de um atraso de 2 anos. Cadê os órgãos de fiscalização!?
Vote up!
Vote down!

: 0

You voted ‘up’

Ana Paula
A estação de Itaipu, junto ao Corpo de Bombeiros, virou residência de moradores de rua. Vergonhoso!
Vote up!
Vote down!

: 0

You voted ‘up’

Veja também

Scroll To Top