Assine o fluminense

Ampliação da BR-101 começa na segunda

Neste primeiro momento será feita a remoção das interferências na região próxima do Trevo de Manilha

Rodovia BR-101 (Niterói-Manilha)

Foto: Douglas Macedo

As obras de ampliação do trecho Manilha-Barreto da Rodovia Governador Mário Covas (BR-101) começam na próxima segunda-feira (8) na região de Manilha em Itaboraí. Com a ampliação da capacidade da Avenida do Contorno, em Niterói, essa nova etapa de alargamento da rodovia vai melhorar o escoamento do tráfego de veículos e diminuir os congestionamentos. 

O projeto de ampliação prevê a implantação de uma terceira faixa no trecho de 23 quilômetros entre a Avenida do Contorno e Manilha, entre Niterói e Itaboraí, trecho pelo qual circulam diariamente cerca de 100 mil veículos. Considerando os dois sentidos, serão 46 quilômetros de novas pistas. 

As intervenções seguirão no sentido sul da rodovia até chegar à Avenida do Contorno, em Niterói. As intervenções serão divididas em 6 lotes de obras com aproximadamente 4 km de extensão cada, com a liberação total do tráfego para as novas pistas conforme andamento dos trabalhos. As obras ocorrerão onde atualmente existe o canteiro central. O projeto de sinalização destes segmentos em obra prevê a permanência do tráfego de veículos em duas faixas de rolamento por sentido (2x2), com uso de ambos os acostamentos da via, e a largura das faixas ajustadas de 3,60m para 3,20m. 

Neste primeiro momento, os trabalhos estão focados na remoção das interferências na região próxima do Trevo de Manilha, no km 297 da BR101, em Itaboraí. No canteiro central, as equipes irão trabalhar no remanejamento da rede de fibra óptica, placas de sinalização, remoção de defensas metálicas (guard-rail), pórticos e de postes de iluminação, além da instalação do canteiro de obras na região de São Gonçalo. 

A adequação de sinalização horizontal está prevista para acontecer no decorrer do mês de maio. Todo o planejamento para execução das obras visa o menor impacto para os usuários e na fluidez da via. A obra está prevista para durar 24 meses. 

A obra de ampliação do trecho Manilha-Barreto será capaz de promover o aumento de capacidade na via, gerando melhor fluidez do trânsito e maior segurança aos usuários. O compromisso da Arteris Fluminense é apoiar o desenvolvimento da infraestrutura viária do Estado do Rio Janeiro, contribuindo com o esforço dos agentes públicos em aperfeiçoar questões relevantes da mobilidade. 

Novos radares começam a operar nas estradas

O primeiro lote, com 43 novos radares de controle de velocidade do DER-RJ, começam a operar nas rodovias estaduais do Rio de Janeiro a partir desta segunda-feira (8), nas RJs 116, 122, 130, 174, 182 e 186. Questionado sobre as RJ-104 e RJ-106, o DER-RJ informou que na próxima semana, será divulgado um novo lote que entrará em funcionamento para a fiscalização. Os equipamentos de fiscalização eletrônica de velocidade, para efeito de penalidade, vão fiscalizar as rodovias, diariamente, das 6h às 22h, seguindo a nova legislação. Os radares, além de ajudar a reduzir acidentes, foram implantados em pontos com alto índice de acidentes, densidade demográfica elevada, proximidade de escolas, hospitais e trechos com frequentes atos de desrespeito à sinalização. “Os radares têm um caráter educativo e podem salvar vidas”, diz o diretor de Operação e Monitoramento e Controle de Trânsito, José Luiz Teixeira da Silva. Todos os trechos foram sinalizados com placas de velocidade máxima permitida, que variam entre 50 e 60 km/h, de acordo com as necessidades de cada rodovia. Logo, motoristas de veículos que excederem os limites estabelecidos serão autuados. Até o final de abril, serão instalados ou substituídos por novos 256 radares do DER nas rodovias estaduais do estado.  Esta é mais uma ação prevista para os cem primeiros dias do novo governo do estado.  “O objetivo é fazer com que os condutores reduzam a velocidade, contribuindo, sempre, assim para a diminuição do número de acidentes em nossas rodovias”, 

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Pedro HEnrique
Antes de ampliação tem é
Vote up!
Vote down!

: 0

You voted ‘up’

Pedro HEnrique
Antes de ampliação tem é que acabar com os assaltos diários, arrastões, tiros, roubos de carga, e principalmente morte de gente inocente. Não adianta ampliar se daqui a pouco não vai ter nem que passe pela via....
Vote up!
Vote down!

: 0

You voted ‘up’

SÉRGIO SIQUEIRA
Tinham que acabar com aqueles retornos ridículos no trecho entre Rio Bonito e Campos, quando a velocidade é reduzida a mais da metade e se reduz a pista para apenas uma faixa de rolamento para que haja espaço para retorno. Economia porca porque cria pontos vulneráveis a acidentes
Vote up!
Vote down!

: 0

You voted ‘up’

Marcos_999
E a ponte vai ampliar também?
Vote up!
Vote down!

: 0

You voted ‘up’

Micheleni Ma Moraes
24 meses. Dois anos para 46 km novos de pista? É muito tempo!!! Chamem os chineses ou japoneses que eles farão melhor e em tempo mais curto. E a segurança? Porque pagamos um valor de pedágio exorbitante para todos os dias sermos roubados e corrermos risco de vida. Trecho Niterói-Manilha é o trecho de mortes, assaltos e extorsão da cobrança do pedágio. Segurança zero.
Vote up!
Vote down!

: 0

You voted ‘up’

Veja também

Scroll To Top