Assine o fluminense

Bagueira volta à Câmara

Bagueira assumirá mais uma vez a presidência da Casa Legislativa, mas ainda terá que fazer uma difícil escolha em 2019

Após três meses na prefeitura, Paulo Bagueira retorna para a Câmara

Lucas Benevides

Com a libertação do prefeito Rodrigo Neves (PDT) e sua iminente recondução ao cargo máximo do Executivo niteroiense, Paulo Bagueira (SDD), presidente da Câmara Municipal de Niterói que se tornou prefeito na ausência de Neves, retornará às suas atribuições como vereador.

No dia 10 de dezembro, quando a Operação Alameda, desdobramento da Operação Lava Jato que prendeu preventivamente Neves foi deflagrada em Niterói, o Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJ-RJ) emitiu um ofício à Câmara de Vereadores que afastava temporariamente o pedetista de suas atribuições. 

Com a resolução e a ausência de vice-prefeito, uma vez que Comte Bittencourt (PPS), eleito como tal, não tomou posse para continuar como deputado estadual, Bagueira assumiu e passou os últimos três meses como prefeito interino. Agora, Bagueira assumirá mais uma vez a presidência da Casa Legislativa, mas ainda terá que fazer uma difícil escolha em 2019.

Alerj – Bagueira se candidatou para o cargo de deputado estadual nas últimas eleições. Embora não tenha se elegido, o político sagrou-se o segundo suplente de sua coligação.

Ocorre que seis deputados estaduais eleitos no último pleito não puderam tomar posse por estarem presos. Destes, dois da coligação de Bagueira.

Tramita nesta quinta, na Alerj, um Projeto de Resolução que pretende convocar os suplentes para assumirem as cadeiras deixadas pelos presos. Caso seja aprovado, Bagueira será convocado e, se assim decidir, terá de abrir mão de seu cargo de vereador, abandonando assim a presidência da Casa.

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Veja também

Scroll To Top