Assine o fluminense

Boa chance de limpar o nome

CDL promove até quarta o “Quita Niterói”, evento para auxiliar consumidores a renegociarem dívidas

Interessados em renegociar suas dívidas devem procurar a Sede da CDL, no Centro de Niterói, das 9h às 17h

Marcelo Feitosa

Consumidores de toda cidade poderão renegociar suas dívidas. O evento “Quita Niterói”, promovido pela Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL-Niterói), começou nesta segunda-feira (26) e terá novas rodadasnesta terça-feira (27) e na quarta (28). Os interessados devem comparecer, das 9h às 17h, à sede da CDL, na Rua General Andrade Neves, 31 Centro. 

O presidente da CDL Niterói, Luiz Vieira, conta que esta é a primeira vez que o evento acontece na cidade e a expectativa é que seja realizado nos próximos anos. Segundo ele, cerca de 1.152 empresas e 218.269 pessoas físicas estão inadimplentes em Niterói, mostram dados do SPC, o que motivou a iniciativa, com a proposta de negociação para a quitação e liquidação dos débitos e assim, consequentemente, a exclusão dos nomes dos cadastros de inadimplência, permitindo que retornem ao mercado novamente. 

“O mais importante para gente neste momento é justamente transformar aqueles que estão impossibilitados de comprar, a voltar a consumir, dentro de uma proposta de desconto e negociação”, frisou.

A iniciativa conta com stands de seis empresas: Águas de Niterói, Raquel Calçados, Caixa Econômica Federal, Cassia Calçados e Banco do Brasil. As pessoas podem chegar ao local e realizar a negociação. A ação possui ainda a parceria da Secretaria Municipal de Defesa do Consumidor e Codecon, que auxiliam os inadimplentes orientando e tirando dúvidas em relação ao acordo disponibilizado pelas empresas presentes. 

O coordenador de Defesa do Consumidor, Amauri Freire, orienta que pessoas em débitos com outras empresas podem comparecer ao local, pois o órgão disponibiliza profissionais que entram em contato com os credores e realizam a negociação dos débitos. 

“Estamos fazendo contato com as empresas e ligamos na hora realizando as negociações, permitindo que sejam retirados os juros”, informou.

O diretor da Secretaria Municipal de Defesa ao Consumidor, Alexandre Sobrosa, explicou que o serviço disponibiliza orientação e apoio jurídico às pessoas que chegam ao local com dúvidas, sendo orientadas como proceder em cada acordo.

“Tendo a defesa do consumidor junto, a pessoa se sente mais protegida. Nós damos todo o apoio ao acordo e orientamos como proceder, por isso é necessário que a pessoa passe primeiro aqui para que seja realizada a orientação”, declarou. 

Marcos Ribeiro, vendedor ambulante, de 41 anos, ficou sabendo do feirão e aproveitou nesta sexta a oportunidade. “Cheguei aqui e tirei o nada-consta. Perguntei lá embaixo se estava acontecendo o evento, entrei e recebi atendimento rápido” relatou.

Outra pessoa que também esteve no local foi a auxiliar de serviços gerais Luciana Abreu, de 46 anos.“Estava aqui no Centro e aproveitei para fazer a negociação. Estou saindo com tudo resolvido”, comemorou.

A estimativa é de que 600 pessoas compareçam ao local para a quitação dos seus débitos nos três dias do “Quita Niterói”. 

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Veja também

Scroll To Top