Assine o fluminense

CDL pede reforço no policiamento durante a madrugada em Icaraí

Pedido foi um dos focos da reunião mensal do Conselho Comunitário de Segurança Pública

Um pedido por policiamento reforçado durante a noite e madrugada de Icaraí, Zona Sul de Niterói, foi um dos focos da reunião mensal do Conselho Comunitário de Segurança Pública da cidade, ocorrido na manhã desta quinta-feira (03) na Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Niterói, no Centro. Luiz Vieira, presidente da instituição, avaliou que a violência no período está de volta ao bairro.

“Estou preocupado com os roubos que estão acontecendo em Icaraí, principalmente durante a noite e madrugada. O Programa Niterói Presente diminuiu muito os índices, mas os criminosos sabem que entre 22h e 6h os agentes não estão. A Polícia Militar precisa manter um policiamento mais ostensivo pelo bairro, e nós temos que cobrar”, disse. 

Segundo o presidente, o comércio ainda não está sendo atingido diretamente com o aumento da violência, que está focado em roubos de rua, mas o medo é que a violência volte a evoluir. 

“As incidências estão voltando neste horário, já tivemos isso no ano passado. Em Icaraí, as avenidas Roberto Silveira e Sete de Setembro estão sendo conhecidas como ‘Rua do Perdeu’, não podemos deixar que isso recaia em Niterói”, finalizou, referindo-se aos constantes roubos de bares pelo Bonde do Fuzil, ocorridos em abril. 

Na mesma reunião, o horário de atuação do Programa Niterói Presente voltou a ser contestado. Para os niteroienses, quando não há presença do grupo, principalmente em rondas, há mais crimes.

Segundo o secretário municipal de Ordem Pública Gilson Chagas, a Prefeitura de Niterói já tentou aumentar o efetivo para a madrugada, mas não há procura, já que o programa é voluntário para policiais militares que estejam de folga de batalhões. Além disso, um decreto estadual impede que o Executivo mantenha diferentes remunerações de acordo com horários.

Procurada para esclarecer se a onda de crimes aumentou em Icaraí durante a noite e madrugada, a Polícia Militar informou que o 12ºBPM (Niterói) realiza o patrulhamento ostensivo através de viaturas, grupamentos de motocicletas e policiais a pé focados principalmente na prevenção de roubo a pedestres, roubo de veículos e comércio.

Autoridades de segurança da cidade, como o comandante do 12º BPM (Niterói) tenente-coronel Márcio Guimarães e delegados de Polícia Civil da cidade não puderam comparecer à reunião por conta de cerimônias de trocas de comando da Polícia Militar e Civil que ocorreram nesta quinta-feira (03). 

A próxima reunião acontecerá no dia 7 de fevereiro na CDL. 

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Veja também

Scroll To Top