Assine o fluminense

Ciclistas reclamam da gestão do bicicletário do Centro

Usuários questionam cobrança e horário de funcionamento do equipamento

Bicicletário teve a ordem de início das obras assinada na semana passada

Divulgação

A cobrança de tarifa para o novo bicicletário que será implantado na Praça Arariboia, no Centro de Niterói, está causando polêmica entres os ciclistas. Com previsão de inauguração para setembro deste ano, quem prefere usar a bicicleta como meio de transporte deverá pagar a taxa de R$ 0,80 para estacionar. De acordo com o grupo Pedal Sonoro, formado por ciclistas de Niterói, a proposta inicial era fazer um espaço gratuito.

“A promessa era um bicicletário público, seguro e gratuito. E não é isso que estão fazendo. Qualquer cobrança de tarifa não nos atende, ainda que seja um valor simbólico”, disse um dos representantes do grupo, Luís Araujo.

De acordo com ele, o grupo enviou à Prefeitura de Niterói um abaixo-assinado, em 2014, com 3,6 mil assinaturas cobrando a criação do bicicletário na cidade. No entanto, após o vencimento de alguns prazos, a implantação do espaço só acontecerá em setembro deste ano. A demora na construção do bicicletário foi uma das principais reclamações dos ciclistas.

“Nos prometeram o espaço para 2014, depois para 2015 e primeiro semestre deste ano. Agora deram o prazo de setembro. Ficamos tristes porque tentamos dialogar, conversar e não somos ouvidos. Esperamos que dessa vez o prazo seja cumprido”, reclamou Luís. 

O horário de funcionamento do novo bicicletário também não está agradando quem pedala por Niterói. O local funcionará de acordo com o horário da estação das barcas (5h40 às 23h30). Segundo os ciclistas do Pedal Sonoro, o horário das barcas já não atende tão bem a população e o bicicletário deveria ter o tempo de funcionamento estendido ou ficar aberto por 24 horas.

“Quem perde a última barca e tem que vir de ônibus para Niterói não conseguirá pegar sua bicicleta de volta. Isso não faz sentido. Além disso, não são só as pessoas que vão para o Rio que usam bicicleta, então o espaço não pode funcionar de acordo com os horários das barcas. É um absurdo”, pontuou o representante do grupo Pedal, que ainda ressaltou que além do espaço na Praça Arariboia, mais dois tinham sido prometidos pela prefeitura: um em Charitas e outro em Piratininga. 

Procurada, a coordenadora do Niterói de Bicicleta, Isabela Ledo, informou que o projeto do bicicletário foi apresentado publicamente no dia 03/11/2015 e não houve qualquer ressalva por parte dos ciclistas, o pedal sonoro também estava presente. Na época foi informado que a gestão do bicicletário não estava definida. 
 
Projeto – Na semana passada, o prefeito Rodrigo Neves assinou a ordem de início de construção do novo bicicletário. O espaço contará com 424 vagas e será localizado na Praça Arariboia, ao lado da estação das barcas. Ao todo serão investidos R$ 852.598,79.

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Veja também

Scroll To Top