Assine o fluminense

Contorno será liberada dia 26

Reversível deixará de funcionar e a via contará de novo com três faixas de rolamento nos dois sentidos

Segundo a Arteris Fluminense, a reversível deve deixar de ser utilizada na próxima sexta-feira

Foto: Evelen Gouvêa

Após mais de três meses do incêndio que comprometeu a estrutura do viaduto do Barreto, a Arteris Fluminense informou que na próxima sexta-feira (26) está prevista a retomada da configuração total de tráfego, com três faixas de rolamento mais acostamentos em ambos os sentidos. Desta forma, a reversível deixa de operar no sentido Niterói.

A interdição completa da Avenida do Contorno no sentido Niterói, durante o feriado da Semana Santa, foi necessária para que fosse realizada uma concretagem complementar na parte danificada da via. Durante o período de interdição, o acesso para a Av. Feliciano Sodré e Ponte Rio-Niterói estava sendo feito exclusivamente pela faixa reversível de 1,5km. E o acesso à Avenida do Contorno, que era feito pelo Viaduto do Barreto, foi desviado para a BR-101 na altura da quadra da G.R.E.S Unidos do Viradouro, com retorno sinalizado para o sentido sul no km 318, no acesso para a Av. Paiva e Base Naval de Ilha das Flores, em Neves.

A abertura ocorreu no fim da tarde do último domingo – antes do previsto de 72 horas de interdição – por conta do grande fluxo de veículos da volta do feriado da Semana Santa. Segundo a Arteris Fluminense, concessionária que administra o trecho da rodovia, o Domingo de Páscoa chegou a registrar 12 quilômetros de congestionamento, do km 308 (Itaúna) ao km 320 (Barreto), durante à tarde. A Arteris Fluminense, concessionária que administra o trecho da rodovia, liberou duas faixas para o tráfego sobre o viaduto e, somado à faixa reversível, os veículos de passeio já podiam utilizar novamente de três faixas de rolamento por sentido (3x3). Os veículos pesados devem continuar utilizando a reversível.

Toda a operação contou com a anuência da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) e da Polícia Rodoviária Federal.

Já na manhã de ontem, o trânsito seguiu sem retenções na via, com pouco fluxo de veículos, por conta do ponto facultativo decretado pelo governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel. 

A concessionária informou que ontem foram iniciados os ensaios de resistência e a compressão do concreto em até 7 dias, visando liberação total da obra.

A conclusão das obras era aguardada desde o fim do carnaval, quando a concessionária havia anunciado que fecharia o fluxo de veículos no trecho para finalizar a intervenção e liberar as faixas. 

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Veja também

Scroll To Top