Assine o fluminense

Creches Comunitárias cobram repasse em SG

Representantes e pais de crianças realizaram manifestação

Manifestantes tomaram as escadarias da prefeitura e parte da Av. Feliciano Sodré

Foto: Evelen Gouvêa

Centenas de representantes e pais de crianças alocadas em 34 creches comunitárias de São Gonçalo realizaram uma manifestação em frente à sede da Prefeitura da cidade, na Avenida Doutor Feliciano Sodré, durante a manhã desta quinta-feira (5). O principal motivo para a ação, segundo os manifestantes, são os constantes atrasos do repasse de verbas federais para a manutenção destas entidades. Além disso, reivindicavam uma reunião com o prefeito José Luís Nanci para garantir o pagamento de, ao menos, quatro meses de valores ainda não pagos.

Cerca de 4 mil crianças gonçalenses de dois a cinco anos são atendidas nestas instituições. Os profissionais que comandam as creches comentam que algumas estão com até nove meses de atraso. Ocupando a frente e a escadaria do prédio da Prefeitura, procuravam dialogar com a população que passava pelo local, por meio de cartazes expondo a situação trágica que estas creches estão passando e por meio de um carro de som posicionado em uma das três faixas da Avenida, que ficou interditada parcialmente.

Por volta das 10h30, manifestantes fecharam a Avenida por dez minutos. Logo após, o grupo se alocou em duas faixas, mas permitindo a passagem dos veículos. Logo após a liberação de todas as vias, às 11h, o secretário municipal de Fazenda, Eduardo da Silva Combat, ofereceu, inicialmente, uma reunião com dois representantes dos trabalhadores das creches. No entanto, após nova exigência do movimento, dez pessoas correspondentes a diferentes creches se reuniram com Combat, mas sem a presença do prefeito.

Segundo representantes, no dia 11 de outubro, o valor referente a três meses de atraso deverão ser pagos a partir de um acordo com a Prefeitura. Ainda não se tem nenhuma resposta sobre outros meses. 

O repasse de verbas para creches comunitárias não possui verbas específicas, cada creche recebe R$ 301,68 mensais por cada criança atendida, com recursos provenientes do Fundo Nacional para o Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb). 

Procurada, a Prefeitura de São Gonçalo não respondeu até o fechamento desta edição. 

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Scroll To Top