Assine o fluminense
Opinião

Escolas mais protegidas

Como as crianças não estão sendo poupadas pelos criminosos, que se aproveitam da movimentação na entrada e saída de escolas para assaltar, nos municípios de Niterói e de São Gonçalo foram anunciadas duas medidas preventivas de segurança. Em Niterói, trata-se do projeto Educação Mais Segura. Na cidade vizinha, a Guarda Municipal passou a contar com o Grupamento Especializado de Ronda Escolar (Gere). 

O Colégio Salesiano da Região Oceânica foi o primeiro em Niterói a ter instaladas câmeras para monitoramento de segurança no entorno da escola. Nos próximos dias, será a vez do Miraflores, em Icaraí, e do Instituto de Educação Professor Ismael Coutinho (Iepic), em São Domingos, a receberem os equipamentos. 

A ideia é fornecer imagens sobre o movimento na entrada das escolas ao 12º Batalhão de Polícia Militar (Niterói). Segundo o comandante da unidade, coronel Marcio Rocha, a iniciativa é mais uma etapa do esforço para aumentar a segurança dos estudantes da cidade e suas famílias. 

Em São Gonçalo, os guardas-municipais que vão atuar no Gere também estarão presentes no entorno das escolas, visando identificar situações de risco e garantir a integridade dos alunos, familiares e funcionários. 

De acordo com a Secretaria de Segurança de São Gonçalo, a função do grupamento também será socioeducativa, com realização de palestras e desenvolvimento de atividades nas unidades escolares. 

Os esforços são válidos e contribuem para que se dê mais proteção aos estudantes em meio à onda de violência que assola o Rio e sua Região Metropolitana.

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Mais notícias de Opinião

Scroll To Top