Assine o fluminense

Mais água para a cidade de Itaboraí

Projeto prevê a construção de nova Estação de Tratamento de Água e reservatório de 2,5 milhões de litros

O governo do Estado do Rio de Janeiro vai ampliar o fornecimento de água para o município de Itaboraí com a construção de um novo sistema de produção para atender a região de Venda das Pedras. Ao todo, cerca de 40 mil habitantes da região – que inclui o conjunto Viver Melhor Itaboraí - serão diretamente beneficiados pelas obras, que vão incluir a construção de uma nova Estação de Tratamento de Água (ETA), duas elevatórias e um novo reservatório de água.

O projeto tem custo estimado de R$ 33 milhões, e foi anunciado durante assinatura de termo de compromisso dia 8, no Palácio Guanabara. A licitação para contratação das obras ficará a cargo do Estado, e a fiscalização dos trabalhos  caberá à Cedae.

O projeto consiste na construção de: um novo ponto de captação de água no rio Caceribu; elevatória de água bruta com linha de recalque (tubulação que levará água da elevatória à ETA) com 100 metros de extensão e 400 milímetros (mm) de diâmetro; nova ETA com capacidade para produzir 120 litros de água por segundo (l/s); elevatória de água tratada com linha de recalque (tubulação que levará água da elevatória ao novo reservatório) com 300 metros de extensão e 400 mm de diâmetro; novo reservatório de água tratada com capacidade para armazenar 2,5 milhões de litros e de tronco distribuidor com 4.200 metros de extensão e 400 mm de diâmetro, que vai interligar o reservatório à rede de distribuição.

Participaram da assinatura do termo o governador Pezão; o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia; o ministro das Cidades, Alexandre Baldy; o presidente do Banco do Brasil, Paulo Rogério Caffarelli, o presidente da Cedae, Jorge Briard, o secretário estadual da Casa Civil e Desenvolvimento Econômico, Christino Áureo, e o prefeito de Itaboraí, Sadionel Souza. 

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Veja também

Scroll To Top