Assine o fluminense

Estudos para implantação do BRS em SG estão em execução

Objetivo é melhorar a mobilidade da cidade, que contará também com ciclovia

O prefeito José Luiz Nanci destacou que a mobilidade sempre foi uma prioridade

Evelen Gouvêa / Arquivo

O contrato para estudos e projetos para a implantação do BRS e ciclovia em São Gonçalo já está na quarta etapa. O prefeito da cidade, José Luiz Nanci, conseguiu garantir a retomada do projeto em abril de 2018, após encontro com representantes da Secretaria Nacional de Transporte e Mobilidade Urbana, em Brasília. Os recursos são oriundos do Ministério de Desenvolvimento Regional, através da Caixa Econômica Federal.

O projeto do BRS, que está sendo elaborado pelo consórcio Coba Logit, consiste na criação de um binário aproveitando o eixo desativado da antiga linha férrea e o sistema viário do município. O binário deverá ser composto por faixas exclusivas destinadas ao transporte coletivo, com uma linha principal ligando Neves a Alcântara (que também receberá a ciclovia), além de linhas alimentadoras.

“Eu nunca desisti deste projeto. Melhorar a mobilidade urbana de São Gonçalo é uma das prioridades do meu governo. A construção do BRS é uma alternativa positiva, pois não cria obstáculos para a implantação da Linha 3 do Metrô no futuro, alternativa que, neste momento, encontra-se mais distante devido às dificuldades financeiras do Governo Federal. O BRS evita a ocupação indevida do leito ferroviário e promove benefícios à mobilidade urbana municipal”, ressalta o prefeito. 

Até o momento, as três primeiras etapas de estudos já abordaram levantamento de informações e pesquisas, análise do sistema, elaboração e análise de alternativas e levantamentos topográficos e cadastrais.

Nesta quarta etapa do projeto, estão sendo realizados estudo funcional, prospecção geotécnica, consolidação e estudo do traçado, estudos topográficos, cadastrais e preparação dos elementos, estudos hidrológicos, estudos geológicos e geotécnicos, e caracterização do pavimento existente.

Alguns dados ainda estão sendo levantados, como análise de número de passageiros, composição de todas as linhas e traçado. Apenas após o término e conclusão da elaboração dos projetos será possível pleitear recursos para execução das obras junto ao Ministério de Desenvolvimento Regional. 

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Eunezio de Souza Monte raso
Uma cidade que é cheia de buracos em suas vias , isso e piada brincadeira de mal gosto .
Vote up!
Vote down!

: 0

You voted ‘up’

Clauda Ramos
Carros não respeitam nem pedestres e nem ciclistas! Fo-Se o tempo que dava pra caminhar ou pedalar por Niteroi
Vote up!
Vote down!

: 0

You voted ‘up’

Veja também

Scroll To Top