Assine o fluminense

Evento arrecada ração para cães e gatos no Engenho do Mato

Grupo organizador doa os alimentos para protetores de animais da Região Oceânica

Grupo completará três anos em dezembro

Foto: Marcelo Feitosa

Neste sábado, o grupo "Eu vou doar ração", que completa três anos em dezembro, realizou mais uma ação no Engenho do Mato, em NIterói, para recolher diferentes tipos de ração para cães e gatos. O alimento é doado para oito protetores de animais da Região Oceânica. São cerca de 20 voluntários que participam do grupo e o ponto fixo de arrecadação é o supermercado Extra, no Shopping Itaipú Multicenter. As datas dos encontros são divulgadas na página do grupo no Facebook. 

“Amo os animais desde que me entendo por gente. Ajudamos mais ou menos 350 bichos. O ideal seria arrecadar três mil quilos de ração por mês. Esse seria o mínimo, pois a maioria dos cães, por exemplo, são de porte grande. Se esse número aumentasse, conseguiríamos atender mais protetores. Um deles, o Sr. Jorge, cuida de 100 cães e 40 gatos e precisa da nossa ajuda para alimentá-los. Antes, ele dava restos de comida doada de restaurantes”, enfatiza Ana Sacramento, de 54 anos, idealizadora do grupo. 

Além dos eventos, todos mês o grupo faz uma rifa para arrecadar dinheiro que é revertido em alimento, remédios e vacinas para cães e gatos. A deste mês custa R$ 10 e os prêmios são um urso de pelúcia e uma rede de balanço, ambos doações para a causa. Ana presta contas de tudo na redes sociais. O empresário Júlio Cesar Cardoso da Silva, de 52 anos, conheceu o trabalho do grupo e resolveu participar.

“Esse tipo de ação é muito importante e temos o dever de contribuir. Se cada um fizer a sua parte o mundo será melhor para nós e para os animais abandonados. Sou dono de uma distribuidora de ração e claro que tinha que apoiar a campanha”, comenta Júlio.

A voluntária Silvia Hiller, 60, é professora aposentada e conheceu o movimento em um dos eventos, se tornou amiga de Ana e, desde então, entrou para o grupo. 

“Faço questão de dedicar um pouco do seu tempo para recolher ração. Tenho o maior prazer em ajudar a Ana. Ela já faz tanto, porque, além dos eventos, tem que levar o que foi recebido na casa de cada protetor. Bom, tudo o que é feito com amor dá certo”, disse Silvia.  

O Eu vou doar ração ainda possui padrinhos e madrinhas que mandam ração mensalmente para os protetores através de Ana. Alguns até ligam para pets shops da região, que já possuem o cadastro da idealizadora, e mandam entregar a ração direto na casa dela. 

Até o fim da manhã de ontem (12), em poucas horas, quase 100 kg de ração foram recolhicos.  O próximo evento será no dia 2 de setembro, no Extra do Itaipu Multicenter. O telefone do projeto para mais infomações é 98344-1785. O grupo também atua como intermediário entre protetores e adotantes de animais publicando fotos dos bichinhos na fanpage do projeto e, assim, viabilizado as adoções. 

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Veja também

Scroll To Top