Assine o fluminense

Prefeitura de Niterói em chamas

Prédio do Poder Executivo municipal pega fogo pela segunda vez em cinco anos. Ninguém ficou ferido

Um incêndio atingiu, na tarde deste sábado, a área externa do terraço da sede da Prefeitura Municipal de Niterói, no Centro. As chamas, que tiveram início nas torres do sistema de ar-condicionado central, que fica no topo do prédio, foram rapidamente controladas porque uma guarnição da Guarda Municipal, que realizava patrulha de rotina na localidade, acionou o Corpo de Bombeiros que, por sua vez, levou cerca de 20 minutos para chegar ao local e começar a atuar no combate ao fogo. Ninguém ficou ferido.

Fabiano Gonçalves, secretário de Administração Municipal, que chegou ao local logo depois dos bombeiros, afirmou que no momento de origem do incêndio, equipes realizavam manutenções preventivas no local.

“No momento do incidente, o sistema de ar condicionado passava por manutenção preventiva, que deve ser realizada quando o prédio está vazio”, explicou Gonçalves.

O secretário de Ordem Pública de Niterói, Gilson Chagas, destacou a atuação da Guarda Municipal.

“Assim que alertados pela equipe que fazia manutenção no prédio, os guardas municipais acionaram o Corpo de Bombeiros e iniciaram o combate às chamas com extintores de incêndio. O fogo foi controlado pelo Corpo de Bombeiros, que chegou rapidamente ao local. O fato será comunicado à 76ª DP”, pontuou Chagas.

Certificado – Como divulgado por O FLUMINENSE em fevereiro deste ano, tanto a sede da Prefeitura de Niterói, no Rua Visconde de Sepetiba, quanto o Palácio Araribóia, na Rua da Conceição, e o Solar do Jambeiro, no Ingá, não possuíam Certificado de Aprovação emitido pelo Corpo de Bombeiros.

À época, a prefeitura se manifestou, por nota, afirmando que “as secretarias municipais de Administração e Fazenda e a Fundação de Arte de Niterói estão em processo de regularização dos imóveis junto ao Corpo de Bombeiros”. 

O Certificado de Aprovação emitido pelo Corpo de Bombeiros garante que todas as exigências e obrigações de segurança estão em dia. Entre os itens avaliados está a devida manutenção dos dispositivos de prevenção e combate à incêndio nos prazos vigentes, como extintores, bombas de incêndio, caixas de incêndio, chuveiros automáticos, entre outros.

Procurada, a prefeitura ainda não informou uma data para a regularização das edificações.

Memória – Esta não é a primeira vez que este prédio da prefeitura pega fogo. No dia 1º de janeiro de 2014, um curto-circuito provocou um incêndio que atingiu dois andares, incluindo o gabinete do prefeito.

Os dois últimos incêndios, neste ano e em 2014, aconteceram em dias sem expediente no prédio da prefeitura por, respectivamente, se tratarem de um final de semana e de um feríado. Por este motivo, nas duas oportunidades, os danos que poderiam ser causados à integridade física dos servidores e funcionários foram descartados e o impacto no funcionamento do Executivo foi minimizado. 

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Mário José da Silva Leão Jr
Os bombeiros estão localizados a 3 quadras da prefeitura, e demoraram "apenas" 20 minutos para chegar ao local ! Foram rápidos...
Vote up!
Vote down!

: 0

You voted ‘up’

Veja também

Scroll To Top