Assine o fluminense

Itaboraí comemora 186 anos com festa

Evento reuniu milhares de pessoas para prestigiar o evento

Escolas municipais da cidade desfilaram no Centro da cidade com bandas marciais, além de carros antigos e outras atrações

Divulgação prefeitura de Itaboraí

Dia 22 de maio é dia de festa e comemorações na cidade de Itaboraí. Na data, o município completa 186 anos de Emancipação Político-Administrativa e 452 anos de história. E iniciando as festividades, o tradicional hasteamento das bandeiras oficiais e o Desfile Cívico Escolar foram realizados na Praça Marechal Floriano Peixoto, Centro, ao som da Banda da Guarda Municipal e coral do projeto Conviver com Idoso, reunindo milhares de pessoas que foram até o local para prestigiar o evento.

Como acontece sempre na mesma data, há 186 anos, o Desfile Cívico encantou e levou muita emoção aos expectadores. Ele foi aberto com uma exibição de carros antigos, realizado pela Associação de Veículos Antigos de Itaboraí.

“É com muita alegria que hoje, 22 de maio, comemoramos mais um aniversário de Itaboraí. Mas sabemos que muito mais ainda precisa ser feito. Queremos transformar a Saúde como transformamos a Educação, que entregamos uniformes completo, kits escolares e merenda de qualidade. Vamos transformar com a força dos moradores da cidade”, comentou o prefeito de Itaboraí, Dr. Sadinoel Souza.

O Desfile Cívico seguiu sua apresentação com a banda da Guarda Mirim, seguida dos alunos da Clínica-Escola do Autista; alunos da Associação Pestalozzi de Itaboraí; alunos do Espaço de Atendimento ao Desenvolvimento Integral (EADI) - Professora Eliane da Silva Barbosa; idosos do Projeto Conviver com Idoso e do Centro de Referência da Educação Municipal do Idoso de Itaboraí – Cremii. Também desfilaram todos os 22 Centros Municipais de Educação Infantil – Cemei, somando uma média de 115 instituições entre municipais, estaduais, particulares e equipamentos da cidade.

O secretário municipal de Educação, Cultura e Turismo, Osório de Souza, destacou o dia como um dia de festa, por conta da comemoração dos 186 anos de emancipação política-administrativa de Itaboraí e seus 452 anos de história. "Neste momento basta apenas agradecer. Agradecer a Comissão dos festejos e todos os envolvidos diretos e indiretamente. E principalmente aos alunos, pais, diretores e professores que fizeram a festa hoje [quarta-feira], abrilhantando o desfile na avenida. Parabéns pelo evento lindo, a altura que o nosso município merece" disse Osório.

Muito feliz em mais um ano poder participar do evento, a aluna Maria Gomes de Souza, não conseguia esconder sua satisfação. "Todo ano desfilo pela minha escola e pela cidade com muita felicidade, pois estou viva para participar de momentos como esses”, disse a aluna do Centro de Referência da Educação Municipal do Idoso de Itaboraí – Cremii, Maria Gomes, 73 anos.

O aluno da Guarda Mirim, do EADI, contou que o projeto é muito importante para sua vida. “É a primeira vez que desfilo e toco no desfile cívico. Foi muito bom, estava ansioso para este momento. Na banda aprendemos a tocar o instrumento escolhido e temos uniforme, tudo organizado e eles também fornecem a nossa alimentação durante o período de aula”, comentou Gabriel Souza, de 11 anos.

Durante a apresentação da Escola Municipal Arquimedes de Andrade, em Calundu, o aluno cadeirante Gustavo Martins, 9 anos realizou o seu sonho, de conhecer o prefeito Dr. Sadinoel. O menino foi além, e conversou e tirou foto com o chefe do Executivo. “Eu estava ansioso, porque é a primeira vez que desfilo. E desfilei com a intenção de conhecer pessoalmente o prefeito e consegui. Estou muito feliz”, disse o estudante.

 

 
 

População acompanhou o desfile na Praça Floriano Peixoto

Divulgação prefeitura

Júlia Vitória da Costa, de 10 anos, estudante do 4º ano, da Escola Municipal Doutor Adhemário Rodrigues de Oliveira, no bairro de São Joaquim, falou como foi participar do desfile pela primeira vez. “Gostei muito de desfilar, vou querer fazer isso mais vezes”, contou a menina enquanto sorria ao lado da mãe, Débora da Costa, de 37 anos. “Esse ano o desfile está mais organizado, estou gostando muito. E as crianças da escola dela receberam os uniformes completos”.  
Ao todo, aproximadamente 450 funcionários da Prefeitura ficaram envolvidos no evento. Dentre eles, servidores das secretarias municipais de Educação, Cultura e Turismo; Segurança e Defesa Civil; Transportes; Obras e Serviços Públicos; Desenvolvimento Econômico e Integração com o Comperj; Desenvolvimento Social; Esporte e Lazer; Governo; Saúde; Chefia de Gabinete e Itaprevi.

A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social esteve presente oferecendo as atividades de bola mania e tatuagem criativa para as crianças. Além de orientação sobre os programas Cras - Centro de Referência de Assistência Social; Creas - Centro de Referência Especializado de Assistência Social; Bolsa Família; Ceam – Centro Especializado em Atendimento à Mulher Vítima de Violência; Centro Pop e Peti – Programa de Erradicação do Trabalho Infantil. 

Na oportunidade a Miss Mirim Carioca 2019, Beatriz Hellen Nunes, de 7 anos, moradora de Manilha esteve presente, prestigiando o evento. Assim, como o vice-prefeito, Wanderson Dias e os secretários municipais de Governo e Chefe de Gabinete, Jorge Antônio Silva; de Obras, Clóvis Raimundo Thomé; de Meio Ambiente e Urbanismo, Paloma Martins; de Segurança e Defesa Civil, Luiz Alberto Mendonça; de Habitação e Políticas Sociais, Monica Virgilio; de Agricultura, Abastecimento e Pesca, Renato Machado; de Esporte e Lazer, Leonidas Souza; de Desenvolvimento Social, Estevan Assis; de Saúde, Júlio César Ambrósio; de Planejamento, José Fernando Soares; de Fazenda, Edson Brandão; a presidente do Itaprevi, Andréia Daumas; o controlador geral do município, Joaquim Gama; o consultor geral do município, Sílvio Pinho e o procurador geral do município, Dr. Antônio Dias.

E ainda os vereadores Sandro Construforte, Eneas, Joana Lage, Paulo Alves, Agnaldo Coutinho, Roberto Costa, Marcos Araújo, Rogério Filgueiras, Elber Correa, Bil. Além do deputado estadual Coronel Salema; o tenente coronel do 35º Batalhão de Polícia Militar de Itaboraí, Marcelo Henrique Guimarães; o vice-prefeito de Tanguá, Waldir Dias; o vereador de São Gonçalo, Eli da Rosa Bela; o prefeito de Maricá, Fabiano Horta, o presidente da autarquia de Obras e Serviços de Maricá (Somar), Renato Machado, e subsecretários municipais de Itaboraí e demais autoridades.

Finalizando o desfile, o Espaço Universitário e as Secretarias Municipais de Educação, Cultura e Turismo, e de Desenvolvimento Social desfilaram com seus servidores e participantes. E ainda o prefeito, que desfilou com os servidores da Educação. O encerramento ficou por conta da União dos Amigos e Cavaleiros de Itaboraí, com sua 20ª Cavalgada.
 
Outros eventos comemorativos
 
Simultâneo ao desfile, na Casa de Cultura Heloísa Alberto Torres, o público pode visitar, gratuitamente, a exposição sobre a História de Itaboraí, com fotos e materiais encontrados por meio de escavações realizadas na cidade.

“É muito bom podermos entrar em contato com essa história e conhecer um pouco mais da nossa cidade”, comentou o morador de Santo Expedito, Roberto Jesus.

Ainda, no prédio da Casa de Câmara e Cadeia, 30 artesãos tiveram oportunidade de expor seus trabalhos. São materiais feitos em tecido, feltro, pvc e diversos materiais que se transformaram em bolsas, toalhas, artigos de decoração e demais utilidades.

E em frente à Igreja Matriz São João Batista, uma exposição de carros antigos, organizada pela Associação de Veículos Antigos de Itaboraí. Ao todo, 14 automóveis ficaram expostos, dentre eles, fusca, Mp Lafer, Opala, Mercedes, Calhambeque entre outras relíquias.

E ainda o Festival de Jogos do PAEC – Programa de Apoio às Escolinhas Comunitárias de Itaboraí, com partidas de futebol no Estádio Municipal Alziro de Almeida, o Alzirão. E o Festival de Lutas na quadra da Praça Marechal Floriano Peixoto, centro durante a tarde.
 

Conheça nossa história de Itaboraí

 
Itaboraí tem sua história pautada na colonização do recôncavo da Guanabara, em 1567, e mais especificadamente, em 1612, com a formação do povoado que deu origem à Vila de Santo Antônio de Sá, a primeira, maior e mais importante vila da província do Rio de Janeiro, da qual se originou, em 1672, a Freguesia de São João de Itaboraí. Com rápido desenvolvimento e tamanha importância econômica, política e cultural, São João de Itaboraí despontou com sua aptidão e ambição para se tornar o centro político administrativo regional, sendo elevada à categoria de vila, em 15 de janeiro de 1833, através de Decreto Imperial. Em 1890, por decreto estadual, Itaboraí passa à categoria de cidade.

A partir da década de 1950, a municipalidade começa a comemorar os aniversários de emancipação político-administrativa do município, instituindo em 22 de maio data da instalação solene da Vila de São João de Itaboraí, quando se instalou seu primeiro poder legislativo, no mesmo ano de 1833.

Desde então os desfiles cívicos escolares vêm acontecendo na sociedade, se tornando uma tradição e um dos elementos constitutivos da cultura local. Os desfiles cívicos escolares atualmente são um trabalho pedagógico da Secretaria Municipal de Educação, Cultura e Turismo junto às suas instituições escolares, voltado para o resgate e a valorização da história, memória e da cultura do nosso município.

É como diz o prefeito Dr. Sadinoel Souza: “Somente no ano passado implantamos 11 salas de Educação Infantil com a criação de três Cemeis – Centro Municipal de Educação Infantil. Agora vamos inaugurar a quarta unidade escolar, no bairro Bonfim. Totalizaremos assim, até o final de 2019, 53 novas salas de aula no meu governo. Um bom futuro começa pela educação”.

 

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Veja também

Scroll To Top