NITERÓI/RJ
Min:   Max:

Liceu Nilo Peçanha promove festival da língua francesa

O Liceu Nilo Peçanha é uma das mais tradicionais escolas estaduais de Niterói

Foto: Arquivo

Acontece na próxima quinta-feira, dia 13, de 12h às 15h30, a 6ª edição da “Fête de la Musique Liceu Nilo Peçanha”, um festival totalmente em francês que integra o calendário oficial da escola, localizada no Centro de Niterói. O evento foi implementado no Liceu pela professora de francês Alessandra Mendes de Souza, com o objetivo de oferecer aos alunos práticas metodológicas alternativas aos métodos tradicionais de ensino oferecidos na escola.

“A ‘Fête de la Musique Liceu Nilo Peçanha’ é um conjunto de manifestações culturais, totalmente em francês, que mobiliza estudantes de todos os turnos e séries, além de ex-alunos e artistas convidados. Durante todo o processo de preparação e atuação no festival, o aluno deixa de ser um mero expectador de saberes; ele exerce o seu protagonismo, potencializa sua criatividade, exercita o diálogo, o relacionamento interpessoal, a cooperação e a empatia. Como evento cultural, a ‘Fête’ se propõe a sedimentar a noção de pertencimento à escola e a engrandecer a compreensão de mundo do aluno, bem como seu capital cultural”, disse a professora Alessandra Mendes de Souza.

No dia do evento, que ocorre sempre no mês de junho fazendo referência à Fête de la Musique que acontece na França, os estudantes cantam, dançam, declamam e atuam teatralmente em língua francesa. Durante a fase de estudo e pesquisa, os alunos contemplam como fonte de inspiração as mais variadas regiões do mundo onde se fala francês.

“Ao pesquisar, se preparar e fazer uma apresentação no festival externando suas habilidades artísticas, o aluno artista reforça a oralidade da língua francesa e incorpora a gramática do idioma na perspectiva da linguagem, que é um espaço dialógico em que as pessoas trocam experiências e interagem. Enquanto isso, os alunos que assistem aos espetáculos também aprimoram o senso estético, desfrutando de momentos de vivências multiculturais e diversidade de saberes”, afirmou a professora.

Para a professora, com apoio do Consulado Francês, Câmara de Vereadores, Assembleia Legislativa, Fundação de Artes de Niterói, Aliança Francesa e Celenit, a “Fête de la Musique” foi se fortificando e ficando cada vez mais conhecida pela comunidade escolar.

“O evento ganhou a simpatia e o respeito dos outros professores do colégio e demais atores educativos. E a cada ano, atrai espontaneamente um bom número de alunos, ex-alunos e visitantes que desejam se apresentar, e conta com um público crescente de espectadores”, concluiu.

Scroll To Top