NITERÓI/RJ
Min:   Max:

Livro revela bastidores de Boechat

 

Foto: Divulgação

“Toca o barco”, histórias de Ricardo Boechat contadas por quem conviveu e trabalhou com ele. O lançamento em Niterói acontece nesta terça (11), às 19h no Rio Cricket Associação Atlética, em Icaraí, com a presença de Dona Mercedes, mãe do jornalista e uma apresentação especial da Orquestra da Grota.

Um dos mais brilhantes jornalistas do país, Ricardo Boechat construiu uma legião de admiradores ao longo de 50 anos de atuação em jornais, na TV e, principalmente, no rádio.
Sua morte prematura, em fevereiro deste ano, encerrou uma carreira pautada por indignação, credibilidade e paixão.

Com organização e edição de Bruno Thys e Luiz André Alzer,
no livro “Toca o barco” (Editora Máquina de Livros), histórias e bastidores são resgatados por 32 colegas que trabalharam, conviveram, sofreram e se divertiram com Boechat.

“O trabalho foi facilitado pela própria personalidade de Boechat. Passado o choque inicial, muitos amigos começaram a lembrar de histórias dele, que já vinham prontas: com começo, meio e fim. Não só as lendárias; havia muita história nova, também. Pensamos, assim, em reunir esses diferentes olhares e formar um retrato de Boechat, como forma de lembrá-lo. E a lista de nomes foi sendo formada num movimento quase espontâneo, em que um convidado sugeria outro e assim sucessivamente”, lembra Bruno Thys.

A publicação reúne textos inéditos de José Simão, Ancelmo Gois, Leilane Neubarth, Fernando Mitre, Datena, Tatiana Vasconcellos, Joaquim Ferreira dos Santos, Milton Neves, Angela de Rego Monteiro, Luiz Megale, Aluizio Maranhão, Rodolfo Schneider, entre outros.

“Cada jornalista abordou uma faceta diferente do Boechat e a pauta era livre. Uns optaram por focar na sua vida profissional, outros, em lembrar casos pessoais. O que se destaca nos textos, além de sua apuradíssima veia jornalística, são características fortes dele: era extremamente exigente, mas justo e leal; esbanjava generosidade com amigos e desconhecidos, que só quem convivia de perto sabia; e equilibrava um incrível bom humor com um lado ranzinza que cativava todo mundo”, adianta Luiz André Alzer.

Produzido com a urgência que pautou a vida profissional de Boechat, “Toca o barco” inclui também charges de Chico Caruso, Aroeira, Cláudio Duarte e André Hippertt, com quem ele também trabalhou nas redações.

O livro traz ainda um resumo da trajetória de Boechat desde o primeiro emprego no “Diário de Notícias”, em 1969, até a Band FM. “Toca o barco” chega às livrarias e plataformas digitais simultaneamente, nos formatos papel e e-book.


O lançamento em Niterói acontece nesta terça (11), às 19h no Rio Cricket Associação Atlética, em Icaraí

Imagem: Divulgação
 

A editora - Criada em julho de 2018, a editora carioca Máquina de Livros é voltada para o segmento de não-ficção, com ênfase em livros reportagem. Esse é o sexto lançamento da Máquina, que estreou com “A Farra dos Guardanapos”.

Serviço: O Clube Rio Cricket fica na Rua Fagundes Varela 637, Icaraí, Niterói. Terça (11), às 19h. Entrada franca. R$ 44,90 (papel) e R$ 24,90 (e-book)  




Scroll To Top