Assine o fluminense

Mais de 60 serpentes já foram resgatadas este ano em Niterói

Último resgate ocorreu na garagem de uma casa em Santa Rosa. Animal foi reintegrado ao seu habitat

Para quem acha que serpentes ou cobras aparecem somente em locais distantes ou de Mata Atlântica, um grande engano. Moradores de Santa Rosa levaram um susto esta semana ao se depararem com uma jiboia de mais de um metro em sua garagem. Acionada pelo número 153, que atende no Centro Integrado de Segurança Pública (Cisp) da Guarda Ambiental de Niterói, a coordenadoria Ambiental da Guarda (veja o vídeo da GM) foi até o local e resgatou o animal que foi devolvido ao seu habitat natural. 

Somente este ano a coordenadoria já resgatou 65 serpentes na cidade, sendo a maioria na Região Oceânica, o que não significa que os animais em busca de ninho estão aparecendo em locais mais próximos da cidade. Quando isso ocorrer a Guarda Ambiental recomenda que o morador não toque no animal. A pessoa deve procurar se afastar com calma e, principalmente, retirar crianças de perto e ligar imediatamente para o 153. 

“A pessoa que se deparar com uma situação dessas deve se afastar e nos procurar. Nunca tentar matar ou machucar porque são animais que fazem parte e ajudam na manutenção do ecossistema. Normalmente não atacam, a não ser que se sintam ameaçados, então é importante se afastar para não correr risco pois nunca se sabe se o animal é venenoso ou não", explica Edson Jorge, Coordenador da Guarda Ambiental.   

Quando a cobra encontrada for venenosa o grupamento leva para o Instituto Vital Brasil. Caso contrário reintegra ao habitat natural. Já foram encontradas espécies do tipo jiboias, cobras d'água, cobra verde, cobra do milho, e as temidas jararacas e jararacuçu que são venenosas.  

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Scroll To Top