Assine o fluminense

Moradores de São Gonçalo reclamam de falta d’água

Cedae promete enviar equipes para verificar o problema

Moradores de São Gonçalo têm reclamado frequentemente de problemas de abastecimento de água pela Cedae. Segundo eles, bairros como Zé Garoto, Jóquei, Coelho e Almerinda   têm sido os mais afetados pela falta d'água. 

Segundo Cláudio Pacheco, morador do bairro de Tribobó, a água parou de ser distribuída normalmente há aproximadamente oito meses. Ele relatou que apenas uma vez por semana, de madrugada, o sistema de água entra em funcionamento  na parte mais baixa da rua onde mora, não chegando na cisterna de todas as casas.

"Quem tem uma bomba potente consegue puxar a água para dentro da cisterna. Quem não tem, fica sem água. Quando ligamos para a Cedae, eles dizem que o sistema é assim mesmo, por causa do verão. Dizem que vai melhorar, quando chegar o inverno", conta Cláudio. 

Já Adriana Nunes, moradora do bairro de Tribobó, reclama que os moradores receberam as  contas de fevereiro e, ainda assim, o serviço continua com problemas. 

"Ligamos inúmeras vezes e a resposta é sempre a mesma 'enviaremos um técnico no local' e esse técnico nunca veio", diz Adriana. 

Em resposta, a Cedae informou que os técnicos já foram notificados para verificar os problemas de falta de água e que clientes adimplentes junto à companhia podem solicitar abastecimento por carro-pipa.

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Veja também

Scroll To Top