Assine o fluminense

Morre mais uma vítima do temporal no Rio

Homem de 64 anos estava na casa que foi soterrada em Barra de Guaratiba

Morreu, na noite de sexta-feira (8), no Hospital Lourenço Jorge, na Barra da Tijuca, Áureo Ribeiro da Paz, 64 anos, vítima de um deslizamento de terra sobre a casa da família, em Barra de Guaratiba, Zona Oeste do Rio, em consequência do temporal da última quarta-feira no Rio de Janeiro. Com a morte de Áureo, subiu para sete o número de óbitos em consequência do temporal.

A mulher e um dos filhos de Áureo morreram soterrados na casa da família. Isabel Martins da Paz, e o filho Mauro Martins da Paz foram enterrados na quinta-feira, no Cemitério Jardim da Saudade, em Paciência, zona oeste do Rio.

O outro filho do casal, Arthur Martins da Paz, permanece internado no mesmo hospital onde estava o pai. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, o quadro de saúde dele é considerado estável. 

Estágio de atenção – O município do Rio de Janeiro saiu do estágio de crise às 10h30 de sábado (9), depois de quase 60 horas nessa condição. Em nota, o Centro de Operações da prefeitura do Rio informa que o município retornou ao estágio de atenção às 10h30 deste sábado (9).

“Equipes da prefeitura permanecem atuando para finalizarem as ocorrências causadas pelos impactos da chuva. 

A Avenida Niemeyer foi parcialmente liberada neste sábado no sistema pare-siga nos dois sentidos, para o trabalho das equipes de emergência da prefeitura na contenção das encostas, remoção da lama e retirada de árvores com ameaça de queda. O tráfego na via é feito de maneira reduzida. 

A opção para os motoristas que trafegam entre a Barra da Tijuca e São Conrado é utilizar o Túnel Zuzu Angel. 

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Veja também

Scroll To Top