Assine o fluminense

Morre, aos 68 anos, o jornalista Paulo Freitas

Ele também foi consultor parlamentar e chefe de gabinete na Alerj e Câmara Municipal de Niterói

Paulo deixa, além de amigos e colegas de imprensa, a mulher, Brígida, três filhos e sete netos.

Divulgação

Morreu nesta sexta-feira (07), o jornalista Paulo da Costa Freitas, o Paulo Freitas, aos 68 anos de idade. Natural de Campos, trabalhou em vários jornais de sua terra natal e também em O FLUMINENSE, entre outros veículos no Rio de Janeiro. Também foi consultor parlamentar e chefe de gabinete na Alerj e Câmara Municipal de Niterói. 

Paulo Freitas lutava há alguns anos contra diabete renal crônica e fazia hemodiálise. Era casado com Brigida Freitas e deixa três filhos, André Freitas, Thiago Freitas e David Tadeu Freitas, além de sete netos.

O corpo de Paulo Freitas será velado na Câmara Municipal de Niterói, neste domingo (07), a partir das 9h. De lá segue para ser cremado Rio. 

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado emitiu comunicado lamentando e se solidarizando com sua família pelo falecimento do jornalista Paulo Freitas. Segundo o presidente Mario Souza, por onde passou, Paulo deixou a marca de seu profissionalismo e inteligência. O Estado do Rio de Janeiro e o Jornalismo perdem um dos mais destacados jornalistas”, realçou o presidente.

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Veja também

Scroll To Top