Assine o fluminense

Motoristas recebem treinamento na RO

Nova frota tem 43 veículos automáticos e 80 profissionais atuarão no corredor viário da TransOceânica

Cada ônibus tem capacidade para transportar 90 passageiros, sendo 32 sentados

Luciana Carneiro / Prefeitura de Niterói

Neste sábado (6), a partir das 9 horas, acontece o primeiro treinamento dos motoristas que irão trabalhar nas linhas de ônibus que circularão pelo corredor viário da TransOceânica. O treinamento será realizado em etapas. Ao todo, 80 profissionais atuarão na via exclusiva para ônibus do sistema BHLS (Bus of High Level of Service). Cerca de 40 motoristas estarão na pista. De segunda a sexta-feira, a operação será realizada das 8 horas às 18 horas, com aproximadamente 10 motoristas por dia.   

A nova frota conta com 43 ônibus automáticos. Os coletivos têm piso na altura do passeio público, quatro portas, sendo duas de cada lado (duas para o corredor viário e duas para paradas comuns), ar-condicionado e são adaptados para o transporte de deficientes físicos. Cada ônibus tem capacidade para transportar 90 passageiros, sendo 32 sentados e 58 em pé. A velocidade máxima permitida para os coletivos será de 40 km/h no corredor e 30 km/h nas estações. 

“Vamos intensificar a sinalização na via durante o treinamento dos motoristas. Esta etapa será importante para conscientizar os moradores quanto à sinalização do corredor exclusivo e adaptar os motoristas ao novo tipo de veículo e à pista. Nosso principal objetivo é garantir a segurança dos usuários e moradores. Também será realizada a distribuição de material informativo das novas linhas para a população”, enfatiza o secretário municipal de Urbanismo, Renato Barandier.

As 11 estações intermediárias e as duas principais do BHLS estão recebendo os últimos ajustes. Na última quinta-feira (4), foi realizado o teste de iluminação nas estações intermediárias.  

“Um dos diferenciais das estações inteligentes é que todas contam com painéis que informarão o tempo de chegada de cada ônibus. Desta forma, os usuários poderão acompanhar a localização dos coletivos no mapa, tendo confiabilidade no tempo de chegada de cada linha. Além de arquitetura arrojada, as estações do BHLS também terão câmeras de segurança, sistema de sonorização que permitirá a comunicação do Centro de Controle com os passageiros, quando necessário, além de bicicletários com 10 vagas”, pontua Barandier.

TransOceânica – A via tem 9,3 quilômetros de extensão, passa por 12 bairros e liga a Região Oceânica à Zona Sul de Niterói através do túnel Charitas-Cafubá. A obra esperada há mais de 40 anos pelos niteroienses beneficiará aproximadamente 125 mil pessoas por dia.

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Moises Dutra
Eu como muitos, em prol da saúde física e mental da população, sugiro que o BHLS seja fechado ao menos no Domingo para ciclistas, já que é evidente que a dita "ciclovia" é tão inviável que se compara a uma piada de mau gosto.
Vote up!
Vote down!

: 0

You voted ‘up’

Humberto Junior
Sobre as novas linhas? Quando começarão a rodar? Itaipu - centro pelo túnel por exemplo.
Vote up!
Vote down!

: 0

You voted ‘up’

elsf2000@hotmail.com
Uma via expressa que mais parece pista de autorama de tão estreita e uns zilhões de sinais. Aliás, Niterói é a cidade dos semáforos, um a cada 300 metros. Por isso Niterói é a cidade com um dos piores trânsitos.... Do mundo!!
Vote up!
Vote down!

: 0

You voted ‘up’

Veja também

Scroll To Top