Assine o fluminense

Niterói: mais de 2,5 mil animais silvestres resgatados em 2 anos

Só em 2018, a Coordenadoria Ambiental da Guarda Municipal já salvou quase 500 bichos na cidade

Animais resgatados são os mais variados: atobás, tartarugas, gambás, corujas, porcos-espinho e cobras, entre outros

Divulgação/Prefeitura de Niterói

Mais de 2,5 mil animais silvestres foram resgatados pela Coordenadoria Ambiental da Guarda Municipal de Niterói nos últimos dois anos e, nos primeiros seis meses desse ano, o número de salvamentos bateu recorde: já foram quase 500 resgates, um aumento de 131% na comparação com o mesmo período do ano passado.

O subinspetor Edson Jorge Martins, responsável pela Coordenadoria Ambiental, explica que, em média, são realizados 85 resgates por mês. Os animais são os mais variados: atobás, tartarugas, filhotes de gambás, corujas, porcos-espinho, bichos-preguiça, tamanduás, capivaras, caranguejos e cobras.

“Tivemos um aumento grande de demandas não porque têm mais animais, mas porque a população passou a conhecer nosso trabalho e nos acionar para o salvamento. Todos da corporação trabalham com carinho, tanto no resgate quanto nos primeiros socorros. Para cada um dos animais é dado um tratamento de acordo com a situação”, conta.

Ele destaca que, mesmo que o animal seja inofensivo, a recomendação é não se aproximar e ligar imediatamente para o número 153, que atende no Centro Integrado de Segurança Pública.

Os guardas ambientais contam com parceiros importantes na ajuda para salvar esses animais. Em caso de feridos ou que exijam cuidados, são levados para locais como o Centro de Reabilitação de Animais Silvestres (Crase), Centro de Atendimento de Animais Marinhos, Centro de Triagens de Animais Silvestres (Cetas)  ou Instituto Vital Brazil, no caso de cobras venenosas.

Capacitação – A partir desta segunda-feira, os guardas iniciam mais um curso de especialização que, além de aulas teóricas, terá aulas práticas nas matas de Niterói. O treinamento, com duração de um mês, também está aberto para guardas municipais de outros municípios e de outras coordenadorias.

A especialização começará com uma aula magna, na sede da Secretaria Municipal de Ordem Pública, no Barreto, ministrada pelo secretário Executivo Axel Grael, que fará um raio-x sobre os investimentos da cidade em sustentabilidade e políticas públicas voltadas para o Meio Ambiente.

Os guardas receberão instruções sobre técnicas diferenciadas de resgate e também de combate ao fogo em áreas de proteção ambiental.

“O curso é importante porque, além de ajudar na especialização de nossos agentes, abre espaço para que outros profissionais tenham o treinamento e possam também fazer parte desse núcleo”, destaca Edson Jorge.

 
Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Veja também

Scroll To Top