Assine o fluminense

Niterói Presente já retirou das ruas 200 foragidos da Justiça

Pessoas procuradas por diferentes crimes circulavam livremente pela cidade

Niterói Presente contabiliza 200 prisões

Foto: Divulgação/Bruno Eduardo Alves

O programa Niterói Presente alcançou no último final de semana a marca de 200 prisões de procurados pela Justiça. Todas essas pessoas estavam com mandados de prisão expedidos pelo Poder Judiciário e eram consideradas foragidas. A marca de 200 prisões foi alcançada após um ano e dois meses da instalação do Niterói Presente na cidade.

O programa é fruto de um convênio da Prefeitura de Niterói como a Polícia Militar e todos os custos operacionais são pagos pela prefeitura, que investe anualmente R$ 25 milhões.

O Niterói Presente disponibiliza diariamente o reforço de 300 homens nas ruas de Icaraí, Santa Rosa, Centro e Fonseca (Alameda São Boaventura), liberando o efetivo do 12º BPM para atuar em outras regiões da cidade. Os integrantes do programa patrulham as ruas dos bairros onde atuam em grupos de três agentes a pé, de carro ou em motos. O programa começou a funcionar no dia 15 de dezembro de 2017, em Icaraí. De lá, o programa foi estendido nos meses seguintes para o Centro, Santa Rosa e Alameda São Boaventura.

O secretário Executivo do Gabinete de Gestão Integrada Municipal, coronel Paulo Henrique Moraes, é o responsável pela implantação do programa Niterói Presente. Ele comemorou o sucesso alcançado pelo projeto.

“Quando iniciamos um projeto, buscamos mudanças positivas. Resultados que justifiquem todo o trabalho e os recursos dispendidos. Mas, nada disso teria acontecido sem a dedicação dos profissionais que estão no cotidiano da operação e sem a participação do povo niteroiense”, ressaltou Paulo Henrique Moraes.

Pacto Contra a Violência - O Niterói Presente também atua em ações conjuntas com a Guarda Municipal, Polícia Militar e outros órgãos de segurança, dentro do planejamento do Pacto Niterói Contra a Violência. O Pacto é um Plano Municipal de Segurança Pública que prevê investimento de R$ 304 milhões em dois anos em 18 projetos nos eixos de prevenção, policiamento e Justiça, convivência e engajamento dos cidadãos e ação territorial integrada. O objetivo é reduzir os índices de criminalidade em Niterói.

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

fernando silva
Então é melhor acabar com o Proeis e o RAS da Polícia, já que esse programa mostra mais resultados.
Vote up!
Vote down!

: 0

You voted ‘up’

Veja também

Scroll To Top