Assine o fluminense

Niterói Rotativo treina funcionários para evitar fraudes

Curso de formação acontece na próxima quinta-feira (17)

Funcionários do Niterói Rotativo passarão por um processo de treinamento na próxima quinta-feira, dia 17. O curso de formação está sendo implementado para evitar fraudes no sistema de vagas, depois que um motorista denunciou irregularidades na cobrança pelo estacionamento.

Segundo a Niterói Rotativo, o sistema já passou por uma atualização, bloqueando a opção de reimpressão nas máquinas utilizadas pelos cobradores. Novos ajustes e atualizações serão realizadas constantemente. A concessionária ainda informou que passa a acompanhar todo o processo em tempo real, exercendo mais controle sobre sua operação.

A empresa salientou que os funcionários receberam um treinamento antes da implementação das máquinas que substituem os canhotos de papel. A empresa também elaborou um manual didático ilustrado, com passo a passo sobre o uso do equipamento informatizado. 

"O sistema desenvolvido para a Niterói Rotativo garante a otimização das operações, a transparência dos dados, além de segurança aos usuários, aos guardadores, ao poder público e à própria empresa. Aos primeiros porque oferece a possibilidade de realizar o pagamento em cartão de débito, com recibo enviado por e-mail; aos funcionários porque diminui o volume de dinheiro em circulação e se torna mais rápido, propiciando maior tranquilidade no exercício de suas atividades", informou a Niterói Rotativo, através de nota. 

Fraude - Um vídeo divulgado por um motorista na internet, que estacionou seu veículo no Centro de Niterói, uma das áreas contempladas pelo sistema, mostra que a placa impressa na guia não correspondia com a do seu carro. No canhoto ainda é possível ver a palavra "reimpressão".  

O esquema montado pelo funcionário consistia em reimprimir a última via, do último motorista cobrado. Dessa forma, caso a próxima pessoa pagasse em dinheiro, a placa do veículo, assim como o horário de entrada, não era registrada como uma nova vaga. Assim, o operador embolsava o dinheiro pago pelo usuário.  O operador que cometeu a infração foi suspenso imediatamente. 

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Veja também

Scroll To Top