Assine o fluminense

Novo caminho para trilhar na cidade

Maior trilha ecológica de Niterói, que vai de São Francisco até Piratininga, será inaugurada no próximo dia 16 de agosto

Trilha de cerca de 7,5 quilômetros está acabando de ser sinalizada. Percurso poderá ser feito em aproximadamente 3 horas

Foto: Prefeitura de Niterói/ Divulgação

A maior trilha ecológica de Niterói já tem data para ser inaugurada. Com um percurso médio de três horas e aproximadamente 7,5 quilômetros de extensão ligando São Francisco, na Zona Sul, a Piratininga, na Região Oceânica, a Travessia Tupinambá está em fase final de preparação e, no dia 16 de agosto, será inaugurada pela Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos de Niterói.

A Prefeitura de Niterói está finalizando a implantação dos totens informativos pelo percurso. No momento, a sinalização começa no Parque da Cidade, porém, chegará até a Praça Dom Orione, em São Francisco. Mesmo sem a abertura oficial, a prefeitura já registrou, apenas em uma manhã de domingo, a passagem de mais de 100 pessoas pelo local.

O passeio é instigante pela paisagem deslumbrante, pela biodiversidade, queda-d’água, variedade de pássaros e, entre as espécies da fauna que podem ser avistadas por lá, estão preá, ouriço-cacheiro, tamanduá-mirim e uma variedade de pássaros.

Segundo o coordenador do Parnit (Parque Municipal de Niterói), Alex Figueiredo, a beleza da trilha já a colocou no circuito de treino de praticantes de corrida em montanha. Ele conta que, atualmente, o parque está implantando a “Trilha dos Eucaliptos”, parte integrante da Travessia Tupinambá.

“Treinamos professores da rede municipal de educação de Niterói para que possam levar os alunos nas florestas, promovendo a educação ambiental. É importante que as crianças, que são grandes multiplicadores, participem de ações, pois levam essas práticas adiante”, detalha o coordenador.

Ele acrescenta que, no dia quatro de agosto, será realizada mais uma oficina com professores e, no dia sete, uma escola da rede visitará a sede, situada no Parque da Cidade.
“Cabe destacar que iremos lançar, até o fim deste ano, o Circuito Temiminó, que implica na interligação de outras trilhas e a reabertura de uma antiga, criando uma grande trilha circular no interior da Unidade de Conservação”, finaliza Alex.

O presidente da Neltur, José Guilherme de Azevedo, destaca a importância da nova trilha, que atesta que, além de seus patrimônios históricos e modernos, Niterói é cercada por um rica e encantadora área ambiental.

“Esta riqueza ecológica tem atraído cada vez mais turistas em busca de novos atrativos. É um apelo a mais para os turistas, que se encantam com a riqueza natural da cidade. Niterói vem, cada vez mais, se estruturando para atrair os turistas pelas suas belíssimas trilhas”, afirma.

A trilha está sendo preparada para ser autoguiada, mas quem preferir um passeio guiado pode entrar em contato com a Secretaria Municipal de Meio Ambiente para confirmar os dias e horários disponíveis, através do e-mail areasverdes.pmn@gmail.com. A Neltur pretende, junto ao Parnit, criar fôlderes bilíngues com os roteiros das trilhas da cidade. 

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Leandro do Carmo
Para quem quer conhecer as trilhas do município de Niterói e Maricá, o Clube Niteroiense de Montahismo lançou no último dia 27, um guia de trilhas que conta com aproximadamente 250 km de trilhas mapeadas e distribuídas em 13 setores nos municípios de Niterói e Maricá. São 57 roteiros com informações de como chegar, fotos do início da trilha e de pontos importantes, gráfico altimétrico, mapas topográficos e dados formatados de acordo com a nova classificação de trilhas da FEMERJ. Conta ainda com dados históricos e curiosidades sobre os locais das trilhas. São 330 páginas no tamanho 16x23cm, com aproximadamente 450 fotos coloridas. Está a venda no site www.niteroiense.org.br ou na sede do clube (Rua Siqueira Campos, 77, Santa Rosa - Aberto as segundas feiras, a partir das 19:30)
Vote up!
Vote down!

: 0

You voted ‘up’

Scroll To Top