Assine o fluminense

PIS: segundo dia de saques sem filas

O valor total previsto para saques, com prazo até 28 de setembro no Rio de Janeiro, é de R$ 3,82 bilhões

Clientes têm reclamado da instabilidade do sistema da Caixa Econômica

Evelen Gouvêa

o segundo dia de saques da cota dos fundos do Programa de Integração Social (PIS), a movimentação na agência Caixa Econômica Federal do Centro de Niterói, uma das mais visitadas da cidade, foi tranquila. Apesar disso, trabalhadores reclamaram da inconstância no sistema, o que tem demorado o atendimento.

Em 2018, cerca de 2,5 milhões trabalhadores terão direito ao benefício. O valor total previsto para o saque, com prazo até 28 de setembro, no Rio de Janeiro é de R$ 3,82 bilhões.

Para atender aos trabalhadores, as agências de Niterói e São Gonçalo estão abrindo duas horas mais cedo até amanhã. No entanto, o bancário Alexandre Gomes, de 53 anos, chegou antes das 10h na unidade da Avenida Ernani do Amaral Peixoto no Centro de Niterói e não conseguiu realizar o saque, apenas visualizar o saldo. 

“Vou voltar para pegar o dinheiro. Estava aguardando aposentar para sacar, mas já que liberou, quero pegar agora. Ainda não tenho planos, mas é bom ter algo guardado”, opinou. 

A ida à agência não foi satisfatória para Eduardo do Carmo, 52. Desempregado há alguns meses, está com o aluguel deste mês de sua residência atrasado e, por não saber sua senha, não conseguiu realizar o saque. 

Trabalhadores também enfrentam incongruência nas informações divulgadas pela Caixa. Segundo o aposentado Carlos Roberto Vargas, de 72 anos, o saldo do PIS de sua irmã no aplicativo disponibilizado pelo banco encontra-se zerado, mas na agência há disponível cerca de R$ 2 mil. 

“Agora, ela tem que melhorar e vir sacar, mas e se eu não venho checar? O sistema desta agência está sempre fora do ar, tem que melhorar muito”, pede.

Segundo comerciantes próximos, houve fila para o atendimento no primeiro dia de saques, mas a reclamação era de que o sistema estava saindo do ar. No Centro de São Gonçalo, também houve demora no atendimento na última terça-feira, e trabalhadores afirmaram esperar por mais de 3h. Sobre a procura e os problemas relatados, a Caixa Econômica Federal foi procurada, mas não respondeu até o fechamento desta edição.

Benefício - Tem direito às cotas do PIS o trabalhador cadastrado no Fundo PIS/Pasep entre 1971 e 4 de outubro de 1988 que ainda não sacou o saldo total de cotas na conta individual de participação. Na última terça-feira (14), abriu o calendário de retirada para todos os trabalhadores com direito à cota independentemente da idade ou outro critério. São mais de 20 milhões de brasileiros e o valor total disponível para o país ultrapassa R$ 29 bilhões, que poderão ser sacados até 28 de setembro de 2018.

Herdeiros legais podem comparecer a qualquer agência da Caixa portando documento oficial de identificação e outro que comprove a condição de herdeiro para realizar o saque. Além disso, será necessário o comprovante de inscrição PIS. Saques também podem ser feitos a partir de procuração particular mediante firma reconhecida, ou por instrumento público que contenha outorga de poderes para solicitação e saque de valores do PIS. 

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Veja também

Scroll To Top