Assine o fluminense
Luiz Vieira

O presidente da Câmara dos Dirigentes Lojistas de Niterói, Luiz Vieira, fala sobre o movimento do comércio na cidade e como as mudanças na economia impactam no desenvolvimento do setor

Bons sinais

Um dos compromissos firmados pela CDL Niterói com o empresariado da cidade recentemente foi a pauta da Fiscalização Orientadora. Identificamos que os empresários não conseguem acompanhar todas as resoluções publicadas no Diário Oficial e demais veículos de mídia a respeito de regulamentações para seus negócios e estabelecimentos e, com isso, ao receberem os fiscais para inspeções, acabam se surpreendendo com irregularidades que nem sabiam que existiam.

Para isso, a proposta da fiscalização orientadora é que na primeira visita, os fiscais notifiquem o proprietário do estabelecimento e lhe concedam um prazo para a adequação às normas vigentes. Passado o prazo, uma nova fiscalização é feita e, caso o empresário não tenha cumprido com as suas obrigações, a multa é aplicada. Ao contrário do que acontece hoje, onde o comerciante já recebe a multa na primeira visita dos fiscais.

A CDL Niterói está alinhada com a Frente Parlamentar em Defesa do Comércio e Serviços, que também defende esta bandeira a nível estadual e federal. Recentemente, a secretária da Fazenda de Niterói, Giovana Victer, se pronunciou a favor da Fiscalização Orientadora, em um posicionamento animador para o empresariado, por mostrar que a prefeitura de está alinhada com as necessidades da nossa classe.

O objetivo da fiscalização orientadora é ainda explicar ao empresário o que e como ele deve fazer as alterações necessárias para que o seu estabelecimento esteja em conformidade com as regras vigentes. É uma bandeira importante para o empresariado, que a CDL tem defendido e acompanhado. Unidos somos mais fortes.

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Scroll To Top